A dança das cadeiras no Allianz Parque

A torcida palmeirense acompanha ansiosa o avanço das obras da Nova Arena.

Ávidos por ver a nova casa pronta, ninguém esconde que esse é um passo gigantesco na história do clube rumo à modernidade, além, e principalmente, de significar o fim de longos 3 anos jogando longe de casa, situação esta que, na minha opinião, foi responsável direta pela rebaixamento.

Mas, como tudo o que envolve o Palmeiras nos últimos tempos, a construção do novo estádio também tem o seu lado sombrio.

Nos últimos dias, acompanho apreensivo e preocupado o desenrolar de um início de desentendimento entre a diretoria do clube e a construtora WTorre.

Basicamente, não há entendimento sobre o número de cadeiras que cada parte poderá comercializar em dias de jogos.

Enquanto o Palmeiras alega ter direito a vender 35 dos 45.000 lugares, cabendo os outros 10.000 à WTorre, esta, por sua vez, defende a posição de que não há no contrato qualquer disposição expressa a esse respeito.

O que a princípio parece simples, na verdade não é.

Tudo isso porque a justificativa oficial dada pelo Palmeiras sobre essa crise é de arrepiar os cabelos do torcedor!

Segundo alguns sites e jornais, o Palmeiras simplesmente alega que a via do contrato que foi efetivamente assinada pelas partes não seria a mesma que foi aprovada pelo conselho deliberativo do clube!!

A diretoria diz que no contrato aprovado pelo conselho havia a divisão expressa das cadeiras, pela qual caberia ao Palmeiras comercializar 35.000 lugares, sobrando os outros 10.000 para a construtora. No entanto, na via definitiva do contrato, ou seja, aquela que foi efetivamente assinada e que tem vigência, não há essa divisão, sendo, portanto, omissa nesta parte.

Bom, em primeiro lugar, se isso realmente aconteceu, seria o CÚMULO DO AMADORISMO DO DEPARTAMENTO JURÍDICO!!!

Quer dizer que não leram o contrato uma última vez antes de assiná-lo???

Será possível que o departamento jurídico de um clube desse tamanho, responsável por um contrato que certamente vai mudar a história da Sociedade Esportiva Palmeiras para sempre, teria cometido uma atrocidade dessas?? Não duvido de nada…

Sim, se isso realmente aconteceu, não seria a última vez, porque o Brunoro acabou de assumir que houve um ERRO DE DIGITAÇÃO no contrato do lateral Luis Felipe, que pode fazer com que o jogador saia “de graça” no ano que vem… Um absurdo!!!

Bom, voltando ao assunto da Arena, o que me causou maior espanto foram as declarações do Walter Torre.

Li em um determinado blog que o presidente da construtora, irritadíssimo com o impasse, havia declarado estar disposto a acionar a arbitragem para dirimir a controvérsia, paralisando as obras.

E ele foi além: Há boatos de que a construtora estaria disposta a vender o empreendimento aceitando receber até R$ 50.000.000,00 a menos do que já investiu nas obras, apenas para se livrar do pepino!!

Sim, ainda que o Walter Torre tenha falado tudo isso de cabeça quente, são declarações fortes e, ao meu ver, carregadas de verossimilhança.

De pronto, sem ler o contrato, me parece que a construtora tem certa razão.

Vale o que está escrito. Se não há no contrato nenhuma previsão expressa sobre o número de cadeiras que cabem a cada parte, então isso deverá ser resolvido agora.

Por outro lado, acho que nenhuma atitude radical deve ser tomada. Não há que se falar em acionar a cláusula arbitral, muito menos em paralisar as obras, já com quase 70% de conclusão.

Para alívio de todos, parece que os ânimos andaram se acalmando e as obras continuam a todo o vapor!!!

Lendo uma notícia no blog do PVC, a torcida pode se acalmar um pouco. Lá, ele explica melhor o impasse e outras coisas e faz parecer que o bicho não é tão feio assim…

Para mim, conhecendo a famosa série de trapalhadas das administrações Della Monica/Belluzzo e Arnaldo Tirone, não me surpreenderia se realmente não houvesse nenhuma estipulação expressa no contrato sobre o número de cadeiras para cada parte comercializar.

Bom, para nós, só resta torcer, esperar e acreditar. Afinal, de nada adianta só criticar.

É preciso reconhecer que, apesar de eu achar que faltou ambição no planejamento do time para o ano que vem como disse no outro post, sinto que estamos no caminho certo.

Vem título por aí!!!.

E pra amenizar um pouco a ansiedade, abaixo segue um link onde pode ser vista a evolução das obras… Vai ficar demais ein… Tem cheiro de sucesso isso aí…

 

http://almaalviverde.deviantart.com/art/Evolucao-Allianz-Parque-Palestra-Italia-320393445

 

Viu, Walter Torre, vê se se acalma um pouco aí tá, e manda mais uns caminhões lá pra Itaquera…

AVANTI!!!

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião