Ahhh o Futebol…

Dias como o de ontem me fazem discordar de que o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes. Futebol é do caralho!

O cenário estava todo armado para um dos dias mais emocionantes do futebol em 2013 (senão o mais). De um lado, Ibra e Cristiano Ronaldo batalhariam pela vaga na Copa do Mundo do Brasil (e também pela chance de se tornarem favoritos ao prêmio de melhor jogador do mundo neste ano). Do outro lado, o também candidato ao prémio Ribery, precisaria comandar sua seleção para uma reviravolta numa situação bastante desconfortável.

Costumo dizer que quem tem estrela sempre brilha e decide na hora mais importante. E foi exatamente isso que aconteceu em Estocolmo. Ronaldo, Ibra, Ibra, Ronaldo, Ronaldo. Esta foi a seqüência dos tentos de um jogo digno de Copa do Mundo. Que jogo! Os dois craques, como sempre, fizeram a diferença. Sorte de Portugal, que contava com o cada vez mais favorito ao merecidíssimo prêmio de melhor jogador do ano.

No outro jogo decisivo, também com muita apreensão, a França fez exatamente o placar que precisava e carimbou seu passaporte para o Brasil. Ribery, considerado por muitos e até por ele mesmo, o favorito ao prêmio (mas considerado por mim a léguas de distância do Cristiano Ronaldo), mais uma vez pouco fez em um jogo decisivo. Talvez seja implicância minha com franceses frescos e mal-cheirosos.

Teremos no Brasil, então, o português no melhor momento de sua bela carreira, provavelmente como sendo o melhor jogador do mundo e o francês metido a besta que tem só metade do cabelo. Já o sueco de sexualidade duvidosa ficou de fora.

Que a Copa também seja repleta de emoção!

Em tempo: Amigos, comam bananas apenas em casa. Neste exato momento, no trem de Praga (de onde vos escrevo), tem um rapaz se deliciando com uma enorme banana. Que cena constrangedora!

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião