Amor de Chocolate

Um, dois, três, quatro …
Pra ficar maneiro eu jogo o clima lá no alto.

Não, não, não. Apesar do clima de euforia, o motivo do texto não é a música do rubro-negro Naldo. E sim a sonora goleada que o tricolor aplicou ao campeão da Taça Guanabara.

Ah, mas isso se deu por que colocaram um time alternativo por causa do jogo da Libertadores. E daí? No primeiro jogo, perdemos para o Boavista e deixamos de disputar a Taça Guanabara por que o time principal estava nos Estados Unidos.

E nesse jogo não tínhamos nenhum titular em campo, diferentemente do que aconteceu na Arena Pantanal. Afinal estavam no jogo, além do goleiro Diego Alves, Vizeu, Rômulo, Trauco, Cuéllar e o futuro substituto do Cristiano Ronaldo, Vinícius Jr.

Mas por falar em Júnior, quem brilhou foi o Marcos. Dois gols e boa participação. Um deles inclusive de cabeça, coisa rara pra quem tem apenas 1,67m de altura.

Agora trazendo pra nossa realidade, espero que os dirigentes não achem que este resultado possa ser uma afirmação para o péssimo trabalho desta diretoria.

Não pensem eles, que isso significa que o time está pronto para um campeonato brasileiro. Muito pelo contrário. Ficou claro que, mesmo num jogo fácil como este, ainda estamos longe de chamar este amontoado de time.

Faltam algumas peças chaves para completar o elenco. Um outro meia armador, pra ajudar o Sornoza a criar. Sozinho, se tiver uma marcação muito forte, já era.

A zaga, apesar de estar há cinco jogos sem sofrer um gol, ainda não passa nenhuma confiança. E esse Pedro parece que está sempre com dor de barriga. Não corres atrás de uma bola. Não ganha uma dividida, não sabe proteger a bola e parece estar faltando um pouco mais de disposição.

Graças ao trabalho desse competente Xerife Tricolor, Abel Braga, estamos podendo ver uma pequena luz no fim do túnel. Mas na hora que o bicho pegar pra valer, não sei se será suficiente.

A não ser que estejamos convencidos de que lutar para não cair seja uma coisa honrosa. E isso não condiz com nossas tradições. Afinal, somos Tetra campeão brasileiro e já entrar num campeonato, sabendo que não teremos chances reais de conquistá-lo, é muito sofrido.

Acorda, diretoria. Deem um mínimo de condições para esse comandante e o resultado poderá ser um tanto quanto surpreendente. Força Abel, não nos abandone. E que outras goleadas como esta possam ocorrer durante todo o ano. E em todos anos. Pra sempre Tricolor!

Foto: Lucas Merçon/Reprodução

Compartilhe!
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

Deixe sua Opinião