Contra todos os interesses e vontades. Isso é Palmeiras.

A vitória da justiça. Do bem contra o mal.

Jogamos contra a CBF, contra os tribunais cariocas, contra interesses televisivos, contra nossa defesa e gramado ruins.

Vencemos a vontade descarada de todos aqueles que comandam o agonizante futebol brasileiro de verem a final ser disputada no Maracanã. Como é bom vê-los engolir goela abaixo uma decisão paulista e ainda disputada entre 2 dos mais esquecidos e explorados gigantes deste esporte.

Os jogos em si foram absolutamente equilibrados. Goleada mesmo só na hora dos pênaltis.

Erros de arbitragem? Favorecimento ao Palmeiras? Jamais!!! Isso seria totalmente contrário aos interesses escusos que tanto conhecemos, sobretudo quando algum clube da Cidade Maravilhosa está envolvido.

Torcedores, presidente e jogadores do FluminenC reclamando de arbitragem é tão incoerente e absurdo quanto petistas se queixando da corrupção. Um total disparate.

Esse time quer o que? Nunca foi nada!!! Não tem torcida. Não tem representatividade alguma no futebol brasileiro, muito menos no internacional. Pra mim, o FluminenC sempre foi o que é, e assim será eternamente, pouco importando quantas viradas de mesa e escândalos patrocine: Inexpressivo e insignificante. Time que só é grande no curral da CBF e nos tapetes dos tribunais.

Não bastasse isso e após os recorrentes episódios de falcatrua nos bastidores, foi alçado ao status de um dos times mais odiados do futebol nacional! A gota d’água foi a marmelada vergonhosa após o campeonato de 2013. Manobra de fazer inveja até mesmo ao coronelismo vascaíno de Eurico Miranda. Sem contar o inadimplemento de uma Série B, o gol de Obina de 2009 e etc…

A justiça foi feita. Esse time de terceira e de tapete não merece nada além disso.

O Fred até ensaiou sair como mártir desse duelo. Jogando no sacrifício, apitando o jogo no grito. De fato sairia, caso tivesse feito aquele segundo gol no finalzinho, impedido que foi apenas pelo milagre de Prass.

Essa façanha, caso acontecesse, poderia até apagar o estigma do 7×1 que lhe acompanha desde então. Mas, felizmente e por justiça, ele seguirá sendo o cone e o ícone da geração futebolística que mais envergonhou seu país.

E Prass mais uma vez incorporando e honrando o espírito da Eterna Academia de Goleiros!!!! Até o Diego relembrou seus tempos de pupilo de São Marcos ao defender o pênalti no tempo normal… Decisões como essas só nos trazem as boas e velhas lembranças do maior de todos os arqueiros de Palestra Itália.

Que atmosfera incrível no Allianz!!! Festa maravilhosa desta torcida que sabe fazer mosaico, cantar e vibrar como nenhuma outra!!!

Agora, muitas coisas precisam melhorar para que possamos ganhar esse título.

Primeiro, é claro pra mim que o Palmeiras não precisa contratar sequer mais um único jogador. Precisamos é de novos médicos, fisioterapeutas, fisiologistas e preparadores físicos!!!!

É inadmissível um clube desta magnitude e com a estrutura que tem sofrer tanto com lesões musculares e com a queda assustadora de rendimento nos segundos tempos dos jogos. Ontem, antes dos 20 minutos da etapa final, bastava uma bola pela lateral pra que 2, 3 jogadores desabassem pelas câimbras.

O FluminenC engoliu o Palmeiras fisicamente na segunda etapa e parecia que tínhamos 10 Freds em campo do nosso lado com uma perna só!!!!

Segundo, definitivamente, parem com os chutões pra frente!!! Aquele círculo que tem no meio do campo não é só de enfeite e o jogo não é o “Quadribol” do Harry Potter!! A bola tem que ficar no chão e passar pela meia antes de chegar nos atacantes, cazzo!!!

Por fim, espero mesmo é que um dos jogos decisivos aconteça em um palco digno desta final e à altura do estádio magnífico que sediará o outro. Uma final dessas não pode ser realizada na Rua Javari da Baixada!!!!

Avanti. Pelo tri!!!!

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião