Corinthians e seus jogadores movidos a “bicho”.

Atlético MG 4x1 Corinthians - Copa do Brasil 2014

Não vou negar que esse foi um texto fácil de fazer, já repassei várias vezes ele por minha cabeça antes de escrever.
Mas as palavras escritas abaixo estão recheadas de emoção e a razão por alguns instantes deixará de existir.

O que posso dizer dessa eliminação contra o time do Atlético MG?

Vamos por partes…

O Corinthians entrou por apenas 10 minutos em campo, a partir do gol abdicou e jogou de forma covarde, se defendendo, recuando e por muitas vezes assistindo, como espectadores VIPs, o time mineiro, tocar bola e ameaçar o gol do Cássio por inúmeras vezes.

(O goleiro, será poupado de minhas críticas e ataques, pois foi, além do Guerrero, o único que fez alguma coisa, caso contrário teríamos sofrido mais gols já no primeiro tempo da partida.)

Como não criticar um time que durante o ano teve três perídodos de pausa…isso mesmo, três!!!

Uma no início do ano, onde chegou, o ilustríssimo, técnico Mano Menezes, que teria em seu trabalho renovar e montar um novo time.

A segunda veio com a eliminação precoce no Paulista, e então teríamos mais vinte e poucos dias para treinar, aperfeiçoar, e entrosar o time para o restante da temporada.

Veio o Brasileiro e o time sofria para conseguir seus pontos e se manter forte, vitórias magras também ocorriam na Copa do Brasil.

A terceira oportunidade em que Mano Menezes teve de acertar o Timão veio com a bendita Copa do Mundo, mais trinta dias de treinamento, posicionamento, e novas táticas…e o que vimos? A mesma oscilação e a falta de vontade de um time que era para estar voando.

E não me venha falar de calendário…pois por três vezes tivemos muitos dias para que o sr. Mano desse um padrão à esse time.

Então é culpa do treinador?
Também!!!

Mas voltando á fatídica eliminação de ontem.

Como sou um torcedor e amo o Corinthians de forma incondicional, não assisti com olhos de comentarista ou de jornalista, que não sou…vi com a mesma raiva e indignação que qualquer Corinthiano viu o que aconteceu dentro de campo.

Um time medroso, sem esquema definido para reagir em meio às adversidade, jogadores fazendo corpo mole, sem vontade e que ao invés de jogar pela torcida e pela camisa, queria mesmo era derrubar de vez o técnico.

Mas o Atlético é um timaço, vc pode dizer.
Responderei….é um time bom, que depende muito de um Diego Tardelli, que voltou de uma longa viagem e entrou em campo para ajudar seu time, assim como Guerrero, que pediu despensa da seleção peruana e entrou em campo para defender o Corinthians.

Mas e o Elias e o Gil?….ahhh é que eles estavam cansados…coitados! Pro inferno!!! Elias parece que esqueceu o futebol no RJ em sua passagem pelo Flamengo, esse ano não fez uma partida digna de ídolo, que alguns torcedores acham que ele é. O nosso zagueiro Gil, que é um baita jogador, poderia muito bem estar em campo também.

Retomando o assunto, o Atlético poderia até vencer, mas não dessa forma…não tendo um adversário inoperante, que vivia de chutão e de lampejos de nosso camisa 9. Era questão de tempo deles igualarem o placar e ir em busca da classificação…e foi isso que aconteceu.

Merecida a vitória de um time que jogou contra ninguém.

Não posso esquecer de citar jogadores como Fagner, Guilherme Andrade e Petros, que contra o Cruzeiro fizeram uma boa partida e foram até elogiados por mim, mas que ontem devem ter esquecido de onde eles estão jogando….aqui é Corinthians seus perdidos!

Aqui não queremos craques, queremos raça!

E também não posso me esquecer de Mário Gobbi, que para incentivar jogadores pagava bichos extras…pois só assim os mercenários corriam dentro de campo, o exemplo é o jogo contra o SPFW … vocês se lembram da vontade que o time lutou para vencer o jogo? Pois é meus amigos!

E agora Gobbi? Vai pedir ressarcimento?

Pois esses que estavam em campo ontem devem pagar de alguma forma o vexame e a vergonha que passaram ontem.

Eu como torcedor não tive vergonha, tive raiva, e pra ser sincero, cheguei a pensar e dar uns tapas em alguns jogadores, mas depois de alguns instantes retomando a razão vi que eles não valem a pena, mas que protestos pacíficos devem ocorrer para mostrar a nossa insatisfação.

E para fechar meu texto só tenho três coisas a dizer:
Que concordo com a declaração dada pelo Goleiro Cássio ao final do jogo “tem jogador que não está pronto para jogar no Corinthians”.
Ver Guerrero saindo indignado com a postura do time após seu sacrifício de retornar ao time é a mesma indignação que a minha….
e, finalizando,….”na vitória ou na derrota eu grito forte, Corinthiano eu serei até a morte”

Renovação já!!!

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 4 X 1 CORINTHIANS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data/Hora: 15/10/2014
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa/RS)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (Fifa/BA) e e Kleber Lucio Gil (Fifa/SC)

Cartões amarelos: Jemerson (CAM); Guilherme Andrade (COR)
Gols: Guerrero, aos 4’/1°T, Luan, aos 24’/1°T, Guilherme, aos 31’/1°T, Guilherme, aos 29’/2°T, Edcarlos, aos 42’/2°T

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Jemerson, Douglas Santos; Donizete (Josué, aos 9’/2ºT), Luan (Maicosuel, intervalo), Dátolo e Guilherme; Carlos e Diego Tardelli (Marion, aos 28’/2ºT). Técnico: Levir Culpi.

CORINTHIANS: Cássio, bando de perdidos e Guerrero. Técnico: Mano Menezes???

“Piores” momentos

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião