Corinthians sofre mas passa por Ponte Preta

Corinthians penou no primeiro tempo, sofre gol mal anulado pelo bandeirinha, se ajeita no intervalo e vence Ponte por 1×0.

Para quem estava esperando um jogo fácil, com um Corinthians atropelando a Ponte Preta, estava muito enganado.

O time de Campinas entrou bem postado com Biro-Biro e Rildo bem abertos, o que dificultou as descidas do laterais Uendel e Fagner, que sofreram toda a primeira etapa com a correria dos pontas da Macaca.

Além da marcação firme e de algumas entradas com força excessiva, como a que Elias tomou fazendo o volante jogar no sacrifício até sua saída na segunda etapa, o time da Ponte surpreendeu e jogou de igual para igual com o Timão, assustando a meta do goleiro Cássio algumas vezes. O time de Parque São Jorge assustava mais em tiros de longa distância.

Aos 37 minutos, o atacante Biro-Biro, o melhor jogador da Ponte, invadiu a área e chutou cruzado, no rebote Renato Cajá fez o gol, mas o bandeirinha enxergou impedimento.

No intervalo, o técnico Tite ajeitou o time, fez Elias ficar mais preso na marcação e soltou mais Renato Augusto.

Em uma grande triangulação entre Jadson, Love e Renato, saiu o gol do Corinthians aos 10 do segundo tempo.

Daí pra frente o Coringão comandou e não tomou sustos e passou para as semi finais.

Mas fica uma lição, é preciso parar um pouco com o oba-oba, se concentrar 100%, pois daqui pra frente todos os jogos são decisões.

Melhores Momentos

Ficha Técnica

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 11 de abril de 2015, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto e Carlos Augusto Nogueira Júnior (ambos de SP)
Público: 32.438 pagantes (total de 32.869)
Renda: R$ 2.283.546,00
Cartões amarelos: Elias, Jadson e Emerson (Corinthians); Pablo e Biro Biro (Ponte Preta)
Gols: CORINTHIANS: Renato Augusto, aos 10 minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Jadson, Elias (Bruno Henrique), Renato Augusto e Emerson (Stiven Mendoza); Vagner Love (Danilo)
Técnico: Tite
PONTE PRETA: João Carlos; Rodinei, Tiago Alves, Pablo e Juninho; Fernando Bob, Josimar (Wellington), Bruno Silva e Renato Cajá; Rildo e Biro Biro (Roni)
Técnico: Guto Ferreira

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião