Demorô!!!

Foi difícil acordar no horário hoje? Desculpem, mas finalmente conseguimos depenar o Galo em seu próprio terreiro. Por isso não ouvimos o seu cantar na manhã desta segunda-feira.

Ganhar do Galo no Horto não é uma das missões mais fáceis. Tanto que foi a primeira vez que saímos do campo do América com os três pontos.

Grande sacada do Abel barrar o Renato Chaves. Aliás, precisamos de um outro zagueiro urgentemente. Nogueira é melhor que ele, mas ainda não tem perfil de titular absoluto.

Creio que teremos muitas oscilações durante todo o campeonato, mas com muita luta e muita alma poderemos alçar voos mais altos. Afinal, é muito chato você ficar ouvindo o tempo todo, em todos canais que o título está nas mãos de três times.

Isso só acontece no futebol Europeu, quando já se sabe, em cada país quem são os candidatos ao título. E raramente se enganam. Já por aqui os prognósticos quase sempre são errôneos.

Mas apesar de todo esse blá blá blá em torno dos favoritos, gosto que isto aconteça. Assim nos esquecem e vamos comendo pelas beiradas.

Se o Abel conseguir fazer com que o time deixe de tomar tantos gols de bolas paradas, não me arrisco a dizer que não sairemos das primeiras posições tão cedo. Vem aí a ‘janela’ do meio do ano. Se ficarem todos, daremos sim, um trabalho danado, tanto para os pseudos comentaristas, como para os matemáticos.

Com o ressurgimento do menino Scarpa o toque de bola no meio de campo ficou um pouco mais refinado, mas ainda teremos que esperar umas quatro ou cinco rodadas para que ele volte à plena forma.

A cada dia me surpreende o futebol de Wendel. Sabe proteger bem a bola, não se apavora a toa, dificilmente erra um passe e é uma grande opção quando sai com velocidade, tendo a bola dominada.

Esquecendo um pouco o Brasileirão, já temos uma missão quase impossível. Devolver ao Grêmio um placar de 2 ou três gols de diferença. Muito difícil, mas não impossível. Espero que tenha muita entrega por parte dos jogadores. Que não se acovardem como no primeiro jogo da final do Carioca.

Pois com o verde da esperança e o sangue do encarnado, sairemos vencedores, retumbantes de vitórias e glórias mil. Salve o Tricolor.

Foto: Divulgação

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião