Dias ruins para os antis

Salve Nação Azul!

Demorei a me manifestar aqui porque estava de férias com a família.
Foi durante essas férias que o Cruzeiro confirmou com bela vitória o Hexa da Copa do Brasil.
E a festa foi do tamanho da conquista, da camisa, do time: GIGANTE!
O time do povo nos braços do povo!

Para quem dizia que Minas não tem mar, o oceano de gente feliz vestida de azul seguindo os heróis de mais esse caneco desmente a todo mundo.

Devem ser dias bem ruins para os antis, né.
E é incrível a velocidade com que esse bicho se multiplica.
Na mesma velocidade que o Cruzeiro se agiganta.

É um ser mutante que se veste de azul Boca e é capaz de encher nossa caixa de mensagens com besteiras como se fossem, de fato, Xeneizes.
Mas que se esconde num dia desses.
A gente pode chamar, procurar, cutucar, que os agora torcedores fiéis do Timão-ê-ô sequer se manifestam.

E os flamenguistas, nossos neo-fregueses?
Ficaram com raiva que foram despachados por nós mais uma vez e se juntaram aos demais numa tentativa desesperada de unir forças contrárias… e se deram mal.

Tenho uma teoria sobre isso.
Quanto mais aumentam as torcidas que se rivalizam conosco, mais indica a força que temos.

O Grêmio desde o ano passado se indispõe contra a gente.
Não digeriram serem derrotados na Copa do Brasil.

Palmeiras, pelo esquema milionário da Crefisa, comemorou a vitória contra nosso time todo reserva como vingança pela derrota na bola e no soco.

E assim seguimos colecionando desafetos.
Sinal de vitórias!

Quanto àqueles minúsculos, atômicos, sequer vou citar o nome aqui.
Aqueles que se escondem em perfis de internet para ameaçar jogador comemorando.
Aqueles que endeusam quem joga granada na torcida alheia e ficam com a cloaca ardendo quando são chacotados.

A eles, um derradeiro conselho: comprem muitas camisas.
Muitas mesmo.
Dos mais variados times.
Voltem a ser a torcidinha arco-íris que sempre foram.
Os anos fora da curva histórica do seu time se esgotaram.
A vocês resta o limbo, de novo.
A vocês resta comemorar nossos poucos tropeços.
Passar recibo, gritar Boca, gritar Timão…

Prefiro assim, antis!
Porque por aqui, sou de novo campeão.
Um legítimo HEXACAMPEÃO!

Abraços a todos, saudações celestes, fiquem com Deus!
Até a próxima!

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Douglas Magno/AFP)

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião