Dingobéu, Dingobéu, 6 anos do Créu!

Salve Nação Azul!

Eu não poderia escolher data melhor que hoje para vir aqui fazer um balanço do nosso ano.
Vou relembrar aqui agora algumas pérolas que lancei, erros e acertos, expectativas para 2018 e homenagem ao 6x1Day!

Há um ano atrás, depois de mais um ano ao que chamaram de ‘sabático’ (leia-se ‘abaixo do que o Cruzeiro é e merece’), eu vinha aqui xingar a todo mundo.

Estava bem insatisfeito com o rendimento do ano num todo e desconfiado dos reforços até então anunciados: Caicedo e Diogo Barbosa, ambos meros desconhecidos mas que vinham de um bom ano.

Pedia especialmente que ajeitassem nossa zaga, laterais e volantes.

Um mês depois já haviam chegado Hudson e Thiago Neves para engrossar o caldo.
E o discurso desse torcedor aqui havia mudado: ‘Thiago Neves muda o patamar de qualquer situação’ foi o que eu escrevi em 18-01.
E previa que a gente poderia colher no fim o que de bom se plantasse no início.

Em 03-03, comprei briga com meio mundo chamando de ‘Nutella’ um monte de guerreiros dos teclados que reclamavam do Arrascaeta e do Henrique. Previ, de novo, que tivessem paciência que a gente teria coisa boa para comemorar ao final.

Ponto para mim!

Nesse meio tempo perdemos o Mineiro e a Sul-Americana, em atuações pífias.
Tínhamos à época o Mayke e o Fabrício, que inclusive bateu (e perdeu) pênalti contra os paraguaios do Nacional.

O caldo engrossou e a corda subiu ao pescoço.

Mas o time deu liga na hora certa.

De azarão na Copa do Brasil (dos 8 que sobraram, éramos os intrusos pois os outros 7 eram oriundos da Libertadores em curso), o time se encaixou e passou a jogar com inteligência.
Tirou o poderoso Palmeiras-Crefisa com primeiro tempo maravilhoso em Sampa e gol ‘a la Sorín’ do agora absoluto Diogo Barbosa.
Eu que tanto pedi que repetíssemos 96 e conseguíamos, ali, a passagem para mais uma semi da Copa.

Aí entrou em campo a superstição.
Não que eu acredite, mas…
Relembrei 93 antes das semifinais contra o Grêmio, e avançamos de novo (já o fizera contra o Palmeiras).
Dois jogos eletrizantes, Hudson, pênaltis, Fábio, Thiago Neves.
Final à vista.

Chegou setembro, largamos de mão o Brasileirão (já estávamos em posição confortável) e nos preocupamos com a final contra o mesmo Flamengo de 2003.

Outra vez recorri ao passado e no fim do mês comemoramos juntos o PENTA da Copa do Brasil.
Como todos esperávamos, Thiago Neves foi decisivo e o craque disparado do Cruzeiro em 2017.
E Fábio voltou a ser o paredão de outrora!

Agora, no fim do ano, a política e a falta de dinheiro foram as pautas extra-campo que tomaram conta das nossas resenhas.

Olhando para trás, dá para notar que tivemos um primeiro semestre de maus resultados, mas o time firme e coeso da segunda metade do ano nos trouxeram mais uma Copa, um bom Brasileiro e um bom caminho a trilhar no ano que vem.

Antes de rever meus textos, tive medo de que tivesse errado demais nas previsões e cornetas, mas vejo que o resultado foi muito mais positivo que contrário.

Para 2018, precisamos de:
– Um centroavante que componha melhor, que ajude a marcar e se movimente mais
– Ajeitar laterais e zaga: reservas não estão à altura dos ainda medianos titulares
– Um terceiro homem do meio que faça sombra ao Robinho, que se lesiona muito
– Parar de briguinhas políticas
– Deixar o caixa positivo novamente

Para o ano que vem eu gostaria de ganhar o Mineiro e a Libertadores.
O rural porque já estamos de coadjuvantes há quase quatro anos; a América do Sul por motivos óbvios.

Por fim, hoje, 04-12, data em que escrevo e publico esse texto, comemoramos 6 anos do 6×1.
Para finalizar, um versinho em ritmo de ‘Parabéns pra você’.

Acenda a vela e cante comigo:
HUMILHAMOS VOCÊS
NESSA DATA QUERIDA
FORAM SEIS NA CLOACA
NADA FECHA A FERIDA!!!

VIVAAAA!!!!

Valeu, obrigado pela companhia, pelas críticas e elogios.
Feliz Natal a todos, um 2018 cheio de paz, saúde e canecos azuis!
Fiquem com Deus e até a próxima!

(Ps.: posso voltar ainda esse ano caso tenha novidades que formem boa pauta).

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Fotos: Alexandre Guzanshe/EM DA Press e SporTV)

Compartilhe!
  • 313
  •  
  •  
  •  
  •  
    313
    Shares

Deixe sua Opinião