Eu não quero me iludir

Eu não quero me iludir. Sério.

Ganhar do Flamengo, líder do campeonato, em pleno Maracanã lotado, e com o juiz tão bem disposto para o time deles foi mera obra do acaso.

Foi sorte de estreante do Rojas acertar aquele cruzamento para o Everton cabecear. Aliás, o tal estreante estava tão nervoso que mal conseguia manter suas pernas quietas. Elas insistiram em gingar, em driblar, em cavar a bola e em correr a todo instante. Era nervosismo, fato. E por citar Everton, ele não comemorou o gol em respeito à sua história no Flamengo, mas sim, por constrangimento, pois a bola bateu nele e entrou. Ele não queria fazer aquilo. Foi acidente.

E no sábado, o que dizer da sorte que tivemos diante do Corinthians? Afinal, contra eles somos fregueses, não é mesmo? Pela lógica de alguns torcedores é proibido vence-los. Então, mesmo com um time fraco, limitadíssimo e digno de uma série B, houve quem apostou à favor deles e há ainda quem desmereça nossa vitória. Afinal, para alguns especialistas e para alguns fanáticos, nós ganhamos “na cagada”. Foi o erro no recuo de bola deles que definiu a “chapada do Nenê” vinda dos pés de Reinaldo. Foi o erro (frango) do goleiro queixada quem arruinou o jogo para eles. Foram as luzes fortes do Morumbi que fizeram eles não verem a cor da bola nas trocas de passes, nos chapéus e olés aplicados pelo time do São Paulo. Aliás, foi o gramado escorregadio que fez com que eles batessem mais do que time de preso em pelada de presídio contra o time dos carcereiros. Foi o Pedrinho que não jogou…

Eu não quero me iludir com o fato de que em quase meio campeonato, só tenhamos perdido um jogo. Eu não quero me iludir com Edmar de titular e Reinaldo na ala e com ambos jogando bem. Não dá.
Não vou me iludir com o Nenê, ele é velho e aposentado, daqui a pouco perde o fôlego. E o Diego Souza? Gordo, cansado…E Anderson Martins? Vive quebrado…

Eu não quero acreditar que a zaga está jogando tão bem sem o Rodrigo Caio! Ele é jogador de seleção!!!

Eu não quero me iludir à ponto de gastar quase R$300 na nova, e linda, camisa do time fornecida pela Adidas.

Eu não quero me iludir de que Raí, Lugano e Ricardo Rocha tenham mais competência do que história e carisma.

Eu não quero me iludir de que Everton e Bruno Peres preferiram o São Paulo ao invés dos badalados Flamengo, Palmeiras e Grêmio.

E tão pouco me iludir que Aguirre, aquele técnico retranqueiro que nunca ganhou nada na vida como treinador, possa não ter só arrumado o time, como ter recuperado a alma competitiva do clube.

Eu não quero me iludir. Tudo isso é sorte, é o acaso.

Certo mesmo estão alguns torcedores rivais que tem dito por aí: “não se iludam, este time é fraco e ainda tem muito campeonato!”

Verdade. E por isso não vou me iludir.

.
.
.
.
.

Não vou me iludir o caralho!

Se não aceitam perder, não queiram tentar desmerecer o puta trabalho que vem sendo feito por todos no São Paulo. Sejam vocês rivais, jornalistas ou até mesmo torcedores do São Paulo, mas que muitas vezes são chatos pra caralho!!!

Eu quero e vou me iludir SIM!!! Até onde este time me permitir. E por ora já me foi permitido mandar mulambos e gambás chuparem e tomarem naquele lugar!

Estão deixando o São Paulo chegar… Alguém aí realmente não quer se iludir?

 

 

 

Imagem: Instagram

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião