Eu sei o que vocês fizeram no Gauchão passado

O filme se repetiu. Depois de sermos eliminados para o Juventude em 2016, foi a vez de o Novo Hamburgo aprontar para cima do Grêmio, que caiu novamente nas semifinais do Gauchão.

O desejo da direção e de nós, torcedores, era conquistar o campeonato para pôr fim a jejum que já durava desde 2010. Mas, não deu. Poupar titulares no Paraguai não foi a melhor estratégia, até porque apenas três entraram em campo. Deveriam ter permanecido em Porto Alegre, evitando o desgaste da viagem.

O que teria faltado diante do Noia? A resposta é bem simples: jogadores decisivos agirem como tal. Infelizmente, Bolaños, Luan e por que não dizer Pedro Rocha, mesmo com toda a falta de pontaria que tem, não contribuíram significativamente para que o Tricolor saísse de campo classificado às finais.

Romildo Bolzan Júnior, o presida, pediu desculpas pelo fracasso. No entanto, cabe sempre ressaltar que a competição estadual era o objetivo no início de 2017. Menos mal que ganhamos um título importante recentemente, o que atenua o vexame. Só que, convenhamos, a busca pela taça esbarrou novamente na incompetência. Desculpe-me quem pensa o contrário.

Um dos erros de Renato Portaluppi ficou claro no domingo: ter tirado Léo Moura para colocar Lincoln, restando menos de um minuto para o fim do jogo somente para bater pênalti. E o “garoto promissor” (que nunca vinga) ainda errou, assim como Pedro Rocha e Kannemann, que é um baita zagueiro, mas nunca pode ser escalado para cobrar penalidade máxima (o gringo já havia desperdiçado diante do Atlético-PR nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2016).

É engraçado deixar um torneio sem ter perdido – foram dois empates por 1 a 1 – porém faz parte do regulamento e o Grêmio não teve forças para superar o adversário, que tem seus méritos, afinal de contas, é o melhor time do Gauchão. Portanto, desde já, fica aqui a minha torcida para que o Novo Hamburgo seja campeão contra eles.

A equipe anilada não perdeu para a dupla Gre-Nal – empatou três vezes com o Tricolor e venceu o lado vermelho dentro da Beira do Rio. Sem nenhum constrangimento, quero que o Noia erga a taça, pois merece pela brilhante campanha. E a gente segue trilhando o caminho da Libertadores da América, Copa do Brasil e Brasileirão. De qualquer forma,  continuo lamentando e sei o que vocês fizeram no Gauchão passado.

Saudações tricolores!!

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião