Geral do Grêmio: LIXO DE TORCIDA

O Internacional encarou o Grêmio neste domingo pelo Gauchão com o time formado praticamente por reservas poupando jogadores para a partida de quarta-feira pela terceira rodada da Libertadores contra o Emelec.

Apenas dois jogadores considerados titulares, o goleiro Alisson e o atacante Nilmar, que mais uma vez fez uma partida ruim e está merecendo o banco de reservas, foram a campo e a partida terminou empatada em 0 a 0.

Desta vez, infelizmente, não vou falar sobre futebol! O Inter teve uma grande iniciativa pela paz nos estádios promovendo um setor com torcida mista onde o sócio colorado poderia levar um torcedor gremista. Não houve um único incidente neste setor que lotou e foi um grande sucesso.

Porém a torcida chamada Geral do Grêmio estragou a tarde que era para ser de festa. Ao chegar ao estádio, começou a jogar pedras na torcida colorada. Ninguém me contou, vi com meus próprios olhos! Se já não bastasse, ao final da partida, esta mesma torcida formada em sua grande parte por marginais travestidos de torcedores, depredou banheiros, câmeras de segurança, placas, extintores de incêndio, destruiu 29 cadeiras e outras instalações na parte interna do estádio e na saída do jogo depredou vários veículos de imprensa. Alguns gremistas ainda tentaram roubar dinheiro do caixa de um estabelecimento que vende lanches dentro do Beira-Rio.

Integrantes desta mesma torcida possuem ocorrências por injúria racial, como por exemplo, os mais recentes, caso Paulão, e o caso Aranha conhecido nacionalmente. Também foi esta torcida que em pleno dia dos pais, cantou no Beira-rio comemorando a morte do ex-jogador colorado Fernandão enquanto seus dois filhos e esposa assistiam a tudo perplexos.

Quem não lembra do grenal dos banheiros químicos, quando o Inter teve que colocar a disposição da torcida gremista tais banheiros porque não houve tempo de consertar os banheiros destruídos pela própria torcida gremista no grenal anterior? O que a Geral do Grêmio fez? Jogou todos os banheiros químicos no gramado e ateou fogo!

Depois de a torcida colorada ter se portado bem no último grenal na arena, dando um exemplo de civilidade e não causando nenhum prejuízo, não há mais desculpas como retaliações ou vingança.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, terá de desembolsar pelo menos R$ 8.700,00 e ressarcir o Inter pelo quebra-quebra deste domingo. Quem mais perde com as atitudes desta torcida é o clube Grêmio que já possui muitos outros problemas para administrar.

Imagem: http://www.clicrbs.com.br/

 

Compartilhe!
  • 26
  •  
  •  
  •  
  •  
    26
    Shares

Deixe sua Opinião