Gringos, adorem o Palmeiras com a mesma intensidade do nosso apoio!

por Marcello Conduta 

 

Sempre que ouço que o meu verdão irá contratar um gringo, vem com ele a desconfiança e dúvida, em qual prateleira de qualidade esse jogador se encaixa?

O que eu sei, é que nossa torcida sempre irá apoiar e cabe a você, gringo, mostrar pra nós que irá honrar o nosso manto verde e branco. Exemplo de ídolos e de fiascos não faltam!

Francisco Javier Arce, esse sim, honrou, correu, vibrou, liderou e conquistou títulos. Mas também como questionar um lateral direito de copa do mundo que balançou as redes 60 vezes com a camisa do porco ? Até o nome do meu cachorro virou homenagem a esse ídolo do esquadrão de 99!

Jorge Valdivia, pseudo-craque Venezuelano/Chileno que só pensava em dinheiro e ficar no DM com chinelão nos pés, um amor vindo da arquibancada para ele e era um sentimento inexplicável. Porém, a recíproca não era verdadeira, esse cidadão jamais gostou da Sociedade Esportiva Palmeiras. Como nós gostávamos dele? Me diz?

Mas admito, nosso camisa 10 em dois títulos (Paulista 2008 e copa-br 2012) fez gols nas duas finais e o que se esperava de um 10.

Hernan Barcos, O pirata traídor, bancamos esse centro avante, torcemos, fizemos música, ele comprou a ideia e nos retribuía com a comemoração a cada um dos seus 28 gols naquele ano. Inclusive, um importante na semi final da copa-br 2012, mas no final de tudo se caracterizou um traidor, nos deu as costas no momento mais difícil e foi para o sul tentar a sorte e logo sumiu.

Colombianos, sim, caem no gosto da torcida rapidamente. Em 99 tínhamos dois deles, um atacante de beirada de campo rápido, raçudo e espoleta chamado Munoz.  Esse mesmo que meteu uma cavada contra o Boca jrs em uma disputa de pênaltis…

Mas tem um que eu não suporto: Asprilla. Como um jogador pipoqueiro desse pode barrar nosso ídolo Evair em uma final de mundial? Ta louco! Ano seguinte perdeu pênalti na disputa final de libertadores 2000.

Yerri Mina, zagueirão à moda antiga, alto, forte, raçudo e com vontade de vencer a cada jogo. Zagueirão matador nos clássicos! Chegou quietinho, ganhou seu espaço e levantou o caneco nacional Depois de 22 anos.

Alejanro Guerra, o melhor jogador da Libertadores 2016 chegou, está buscando seu espaço nesse time de 2017, fez apenas um jogo, mas com ele vem uma expectativa enorme e também uma dúvida: Será quem vai jogar bola esse cara ?

E você, BORJA?
Em qual prateleira você irá ficar? Já fomos lhe buscar no aeroporto, vestiu a farda da torcida e até música ganhou.
E eu lhe pergunto: o bicho vai pegar mesmo?

Assim como Arce, será campeão da América?
Ou se juntará ao pipoca do Asprilla?

Vamos gastar uma bala para trazer você e torná-lo a cereja desse bolo! Nao nos decepcione!!

Goste do Palmeiras na mesma intensidade que iremos apoiar!

 

Imagem: torcedores.com

Compartilhe!
  • 12
  •  
  •  
  •  
  •  
    12
    Shares

Deixe sua Opinião