HEXA e TRI, só no Morumbi

Hegemonia? Hegemonia de quê?

No máximo uma modinha azul, assim como o Manchester City na Inglaterra. Para ambos, falta história, falta camisa e falta taça na prateleira.

Apesar disso, conquistaram o país consecutivamente. É claro, sempre com a sombra do maior campeão do país logo atrás. Mas dessa vez, acordamos tarde demais.  Quando finalmente montamos um time, a Inês já era morta.  Ou já tinha virado raposa.

Sem problemas. Mesmo com seis anos de jejum, ainda somos o maior campeão nacional. O pior é que alguns por aí insistem em se auto-intitular octa, nona, decta, ou sei lá o que com títulos nacionais em campeonatos de quatro jogos e/ou mais de um no mesmo ano. Vergonha alheia, meus caros…

Ao ver a comemoração dos cruzeirenses, me voltou aquele sentimento de “seu time (ou qualquer outro) pode conquistar o que quiser, o meu sempre tem mais que o seu”. É claro que a resposta vai ser: “Ahhhh eu tenho mais Copa do Brasil”. Depois de dar risada, retire-se da conversa. Não vale a pena discutir com quem aspira tão pouco.

É, Cruzeiro.. você conseguiu a façanha do Bicampeonato seguido. Algo que poucos clubes atingiram. Agora Tri, só tem um.
É, Cruzeiro.. você conseguiu a façanha do Tetracampeonato brasileiro. Algo que poucos clubes atingiram. Agora Hexa (sem asterisco), só tem um.

Libertadores… nos aguarde!
Desta vez estamos voltando preparados.

6-3-3. Quem tem peito, vem buscar…

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião