‘Lá vem eles de novo…’

Salve, pessoal!

Lá vem eles de novo.

Essa frase-desabafo escancarado de Galvão Bueno enquanto a Alemanha massacrava o Brasil naquela fatídica semifinal se aplica quase em força igual à qualidade com a qual eles irão ao Mundial da Rússia.
Não acho que serão campeões do mundo.

Não é uma aposta, mas um palpite.
Vejo hoje a Espanha, França e Brasil com seleções em melhor momento.
Mas alguém aí duvida do poder dos Germânicos?

A primeira observação que faço é quanto ao poder de renovação implantado no futebol alemão.
Apenas 10 dos 23 campeões do mundo em 2014 irão à Rússia.
O jogador mais velho deles terá na Rússia apenas 33 anos: o atacante Mario Gomez.

Quanto aos que estiveram em campo na semifinal do Mineirão, sete estão de volta, todos em idade boa e ideal entre o preparo físico e mental; exemplos de Kroos, que está hoje com 28 anos, Muller (também 28 anos) e Neuer (32 anos).
O que significa que foram campeões do Mundo no auge da explosão física, mas sem a capacidade mental que adquiriram agora.

Mas aí é que vem a tal da renovação: ano passado Joachim Low optou por levar uma seleção sem qualquer estrela para testes na Copa das Confederações, e acabou levantando o caneco sem muito esforço aparante.
Desses jovens que venceram o torneio no ano passado, nada menos que onze estão de volta à lista final para a Copa do Mundo.

Entre eles, valores importantes que surgiram nesse intervalo entre as Copas: os ótimos defensores Kimmich, Ginter, Hector e Rudiger; os meias Brandt, Rudy e Goretzka, e o atacante Timo Werner.

A esse renovar, adicione a tradição.

A camisa da Alemanha é das mais pesadas.
Ausente a Itália, os germânicos são junto ao Brasil as seleções mais temidas de sempre nas Copas, e isso deve contar demais especialmente a partir das Quartas de final.
Sabe aquela história de deixar chegar? Com eles é assim…

Por fim, os cruzamentos: passando em primeiro no seu grupo (que é a lógica, já que eles enfrentam nessa primeira fase a fraca Coréia do Sul, o instável México e a seleção da Suécia, talvez o maior desafio no início), a Alemanha terá em seu caminho até uma provável semifinal as hipotéticas Suíça, Polônia, Colômbia, Inglaterra e Bélgica.

Não vejo nenhuma dessas seleções com porte de fazer frente à Alemanha.

Numa semifinal, sim, viriam por hipótese a Espanha e a Argentina.
Mas aí já é semifinal, hora de ver quem tem mais garrafa vazia pra vender.

E é talvez aí o único calcanhar de Aqulies dos alemães: vejo alguns de seus principais jogadores com pouca garrafa vazia; craques, mas que não atravessam ótima fase física ou técnica nesse final de temporada da Europa: Neuer, Muller, Boateng, Hummels, Reus e Khedira, ou seja, grande parte da espinha dorsal do time não está em seu melhor momento.

Para eles, é contar com os demais em grande fase, especialmente Kross e Ozil.
Também desejar que os mais jovens brilhem (Kimmich, Draxler e Werner), fazer tudo isso dar liga de novo e, quem sabe, reconquistar o mundo.

Não que isso seja um desejo.
É apenas uma constatação.
O fato é: ZWEIFLE NIEMALS AN DEUTSCHLAND!
Ou em bom português: Nunca duvide da Alemanha!

Abraços a todos, fiquem com Deus!
Até a próxima!

Lista de convocados da Alemanha:

1- Neuer (Goleiro, 32 anos, Bayern de Munique)
2- Plattenhardt (Defesa, 26 anos, Hertha Berlin)
3- Jonas Hector (Defesa, 28 anos, Colônia)
4- Ginter (Defesa, 24 anos, Borussia Monchengladbach)
5- Hummels (Defesa, 29 anos, Bayern de Munique)
6- Khedira (Meio-campo, 31 anos, Juventus)
7- Draxler (Meio-campo, 24 anos, PSG)
8- Kroos (Meio-campo, 28 anos, Real Madrid)
9- Timo Werner (Atacante, 22 anos, RB Leipzig)
10- Ozil (Meio-campo, 29 anos, Arsenal)
11- Reus (Atacante, 29 anos, Borussia Dortmund)
12- Trapp (Goleiro, 27 anos, PSG)
13- Muller (Atacante, 28 anos, Bayern de Munique)
14- Goretzka (Meio-campo, 23 anos, Schalke 04)
15- Süle (Defesa, 22 anos, Bayern de Munique)
16- Rüdiger (Defesa, 25 anos, Chelsea)
17- Boateng (Defesa, 29 anos, Bayern de Munique)
18- Kimmich (Defesa, 23 anos, Bayern de Munique)
19- Rudy (Meio-campo, 28 anos, Bayern de Munique)
20- Brandt (Meio-campo, 22 anos, Bayer Leverkusen)
21- Gündogan (Meio-campo, 27 anos, Manchester City)
22- Ter Stegen (Goleiro, 26 anos, Barcelona)
23- Mario Gomez (Atacante, 32 anos, Stuttgart)

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Goal.com – Getty)

Compartilhe!
  • 15
  •  
  •  
  •  
  •  
    15
    Shares

Deixe sua Opinião