Liderança isolada e valsa dos 15 anos

Que semana pra torcida colorada senhores!

O Internacional iniciou a semana derrotando o América mineiro por 3 a 1, e na noite gelada de quinta-feira, venceu outro mineiro, o Atlético, por 2 a 0. Com esta vitória, o Inter se mantém na liderança e tira 3 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Palmeiras, além de manter uma diferença de 6 pontos do último no G4, o Santos.

Muitos diziam que esta boa fase era apenas sorte de início de campeonato, inclusive alguns colorados de pouca fé, mas agora esta sorte começa a tomar forma de pura competência. Ninguém vence São Paulo e Santos fora de casa por sorte!

Muda esquema, muda jogador e o Colorado segue fazendo o tema de casa e arrancando pontos na casa dos adversários. Os resultados eram magros até então, 1 a 0, 2 a 1, sempre partidas sofridas. Porém a vitória passada foi categórica! Mostrou um Inter dinâmico, marcador e correndo um absurdo após os 30 minutos do segundo tempo. Talvez esteja aí o motivo do sucesso: A preparação física!

Estou convencido de que o melhor goleiro em atividade no Brasil atualmente é o Danilo Fernandes. Que contratação! O cara é tão bom que ninguém consegue sentir falta do Alisson.

Nossa zaga é técnica e experiente. Verdade que às vezes o Paulão apronta uma ou outra, mas tem sido regular ultimamente e muitas vezes compensa com seus gols e assistências. Ernando dispensa comentários. Titular absoluto! Falta aquele bom zagueiro pra reserva imediata, pois Leandro Almeida, refugo do Palmeiras, e Alan Costa não inspiram muita confiança.

O William tem jogado uma babilônia! Não sou o Bolaños do Grêmio, mas fiquei de queixo caído com a sequência de excelentes atuações do lateral. Ataca e defende com a mesma intensidade e competência. No ataque, incomoda muito com triangulações entre Sasha e Ferrareis e isto tem sido frequente.

Do outro lado, o lateral Arthur não compromete e mantém a regularidade, mas caso tenha uma queda de rendimento, o Gefferson está pronto pra substituí-lo.

Rodrigo Dourado voltou voando, nem parece que ficou tanto tempo lesionado. Provavelmente perderemos ele pros Jogos Olímpicos, merecidamente, mas nem por isso estamos preocupados. O polivalente Fabinho tem jogado muito, o suficiente pra que muitos cogitem sua titularidade no lugar do afirmado Fernando Bob. Fabinho também já mostrou que tem capacidade de jogar na lateral direita na ausência do William.

Ao contrário do que se previa no início do ano, o Inter está com um bom plantel. Os meias veteranos, Anderson e Alex, estão sempre disputando vaga com os jovens promissores Andrigo e Ferrareis. Este último já havia ultrapassado outro jovem promissor, o Alisson Farias, na preferência do técnico Argel e recentemente passou também o próprio Andrigo.

Porém, nenhum destes 5 meias vejo como titulares no meu time. Na minha opinião, o maior reforço pro Colorado será a volta do Valdívia. Este sim titular absoluto, e talvez seja ele e o recém contratado, o venezuelano Juan Manuel Seixas, a dupla de meias titulares para a sequencia da temporada.

No ataque, Sasha também dispensa comentários. É um dos principais, senão o principal jogador do Inter atualmente, e o Vitinho… bem, este basta não sair pro festerê na noite anterior que causa pânico nos zagueiros com sua velocidade, assistências e suas patadas a gol.

Ainda tem o Aylon que acho que deveria ser titular no lugar do Vitinho. Ninguém faz 8 gols por acaso, mas como é prata da casa, sempre terá que provar mais.

Tem também outro recém contratado, o argentino Ariel, que veio do México pra ser o camisa 18, pra aqueles jogos encardidos de difícil penetração na área, além do competente Brenner contratado junto ao Juventude.

O Inter tem plantel, tem opções, tem uma excelente preparação física e em relação ao técnico Argel, me vejo obrigado a me redimir. Não posso mais criticá-lo com os números apresentados este ano.

Como diz o próprio Argel, precisamos nos manter na parte de cima da tabela até o retorno dos lesionados e as estreias dos reforços mantendo sempre os pés no chão, pois o campeonato é muito longo, então, muita calma nesta hora!

Mudando de assunto, e eu não poderia deixar passar em branco, ontem foi cancelado o baile de debutantes do Grêmio dos 15 anos sem títulos expressivos. Muita sacanagem da construtora OAS não emprestar a arena pro coirmão. Deve ser muito ruim não ter um estádio pra chamar de seu. Mesmo assim a valsa foi tocada o dia inteiro e os debutantes se emocionaram. Pena que não puderam tomar champanhe, pois não havia nenhuma taça.

Brincadeiras a parte, o último caneco de expressão levantado pelos segundinos foi a Copa do Brasil no longínquo ano de 2001. De lá pra cá, foram apenas 3 míseros campeonatos gaúchos. Neste período, o pai Colorado levantou incríveis 20 taças oficiais. Por isso, e por tantas e inúmeras outras, nunca me canso de repetir: COMO É BOM SER COLORADO!

#15AnosSemTítulosExpressivos
#TocaValsaMaestro
#ValsaDay

Imagem: https://www.facebook.com/CLUBEDOPOVO/?fref=ts

 

Compartilhe!
  • 26
  •  
  •  
  •  
  •  
    26
    Shares

Deixe sua Opinião