Mais um empate…

Começa o returno do brasileirão e lá vamos nós em busca de uma sobrevivência. O que nos preocupa, no momento, é a sequência de empates que o time vem tendo. Seja em casa ou fora, já são nove ao todo.

Quase a metade dos jogos, deixamos de conquistar os três pontos. E jogos fáceis. Mas que se tornaram um terror diante da fragilidade da nossa zaga. Aliás, falar desta zaga merece um capítulo à parte.

Já são setecentas tentativas, com formação diferente. Já trocamos goleiro, zagueiro já virou cabeça de área, quem foi barrado já virou titular, já compramos novo lateral, mas tem jogos que o antigo é o titular…

Enfim, temos quantidade, mas pouquíssima qualidade nos pilares de sustentação da equipe. Ontem, pela primeira vez neste campeonato, ficamos dois jogos seguidos sem tomar gol. Seria motivo pra comemorar…

Porém, é o segundo jogo seguido que o ataque também não marca um golzinho sequer.  Será reflexo da falta de Richarlison? De uma forma ou de outra, já não levamos tanto perigo ao gol adversário como antes de sua partida.

Outra coisa que não me desce é o departamento médico. Como é difícil o retorno de um jogador machucado. Se operar então, acabou pra ele a temporada.

Agora pra arrebentar de vez, só uma diretoria profissional como a nossa pra encher de orgulho o mais humilde e desconectado torcedor. Isso pra não dizer justamente o contrário.

Como já falei aqui outras vezes, os caras não conseguem um patrocinador máster para a armadura do guerreiro. Será que um qualquer não é melhor que nada? Como diz o ditado: é melhor pingar do que faltar.

Isso preocupa por demais os torcedores porque já ouvimos da boca dos intelectuais dirigentes que teriam de vender pelo menos três jogadores para fazer caixa. Foi o Richarlison, mas apenas 50% do valor vieram para os cofres tricolores.

Cofres estes que já estão vazios há bastante tempo. O Léo era pra ter ido, não foi. O Wellington foi e voltou. Alguém queria o Calazans, mas com mais esta contusão não creio que ainda vá.

Ou seja, cofres vazios, elenco da base, sem reforços significantes, time apenas com alma e pouquíssimo futebol. Estamos comemorando empates e mais empates… Só que se não ganharmos algumas partidas chaves, o final pode ser bastante sombrio.

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião