Maldição? Time Amarelão? E o Lucão?

Maldição?

O Corinthians sempre se deu bem em jogos contra o São Paulo. São vinte e duas vitórias de vantagem num total de trezentos e vinte e seis jogos na história do confronto. Fora os títulos conquistados por eles contra nós, e as eliminações sofridas…

Parece até maldição. Não importa o cenário, ora eles têm um time melhor, ora eles aproveitam as poucas chances que têm, ora o juiz ajuda, ora eles têm mais sorte, ora eles contam com a ajuda de um medíocre zagueiro vestindo nossa camisa… Até mesmo quando reinávamos no futebol nacional, eles, com um time medíocre conseguiram reverter o maior tabu que já impusemos sobre eles…

E acredito que esta maldição começou lá em 1990, quando eles ganharam o seu primeiro Brasileiro logo em nosso estádio. Penso que na ocasião, muitos corintianos cansados de tanto sofrerem sem títulos de grande expressão e humilhados em ver um time tão mais jovem já com um estádio tão grandioso, Bicampeão Brasileiro, revelando craques á rodo e já flertando com a principal conquista da América, não resistiram e aproveitaram a euforia da conquista do título inédito para invadirem nosso gramado e por ali fincarem seus trabalhos espirituais por tamanha inveja do São Paulo. Só pode ser isso!

Desde então, de 90 pra cá estamos sofrendo com a áurea negra que eles impuseram na nossa história. É claro que tivemos momentos incríveis de puro exorcismo sobre eles, mas a verdade é que hoje precisamos o quanto antes de um time/ santo/ craque/ técnico que seja capaz de exorcizar de vez este mal do nosso caminho.

Time Amarelão?

O último time que conseguiu com imensa categoria exorcizar boa parte da praga corintiana foi aquela geração vitoriosa oriunda no final de 2003 até 2007. E foi uma verdadeira farra. Fazíamos gols de todos os jeitos; de calcanhar, de falta, tabelando, de fora da área, de cabeça… Tínhamos Danilo como carrasco deles (e não nosso como é hoje), e ganhávamos tanto no Pacaembu quanto no Morumbi. Enfim, bons tempos.
Sei que futebol vive de ciclos, de “fases” e momentos, mas o que mais irrita toda a torcida são paulina é que quando o assunto trata-se do clássico Majestoso, o nosso time amarela. E isso não pode mais acontecer. Na nossa última vitória sobre eles, o time correu e lutou como não se via há anos, e dizem que na semana que antecedeu o jogo foi oferecido um “bicho” fora do normal para os jogadores. Se esta for à única forma de buscar motivação nos clássicos, que passem a fazer isso sempre, pois não dá mais para ver jogos onde o time apanha e os jogadores reagem como se estivessem acabado de sair de um churrasco entre amigos.

E o Lucão?

Este coitado jogador infelizmente retrata tudo que já fora citado: A maldição do time e a caganeira que alguns jogadores insistem em ter contra a galinhada. Lucão tem dezenove anos, era criança quando batíamos neles de domingo a domingo, e acabou crescendo justamente na época em que o mal nos cercou. Soma-se isso ao fato dele ser muito ruim tecnicamente, e também ao fato de dividir o vestiário com outros jogadores sem brio como Denis, R. Caio, Ganso, Carlinhos e mais alguns que já se “acostumaram” á perder para o Corinthians…

Brincadeiras e rivalidade á parte, o jogo foi sofrível, mesmo assim Tite soube armar e escalar seu time de melhor forma. Se não fosse por Lucão talvez tivéssemos empatado (além da falha grosseira no primeiro gol, veja o replay do segundo gol corintiano e note quem não marcou o zagueiro Yago), mesmo com Ganso em pleno sono mais uma vez. E se Bauza não insistisse tanto em Centurión, talvez a estrela de Rogério pudesse ter tido tempo de amenizar a caganeira alheia…

Agora é esperar por quarta feira…

Imagem: www.gazetaesportiva.com

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião