Maratona bem comprida e muito bem cumprida

Lar doce lar. Após uma jornada quase infinita, o São Paulo retorna na próxima quarta-feira a atuar no Morumbi.  E tudo saiu conforme o planejado para esta sequência longe de casa. Vitória frente ao Criciúma, no Sul, classificação diante do Emelec, no Equador, e vitória sobre o Vitória, no Nordeste.

Resultados esses que nos colocaram nas semifinais mais badaladas da história Copa Sulamericana, além de manter a chama viva (e bem viva) no Campeonato Brasileiro.

Confesso que não apostava todas minhas fichas em seis pontos diante de Criciúma e Vitória. Mas eles vieram. Dois dois a um parecidíssimos. Em ambos, saímos na frente, cozinhamos o jogo, diminuímos o ritmo, cedemos o empate e fomos buscar a vitória no final, na entrega e na superação.

Ainda no êxtase do pós-jogo em Salvador, quase fomos surpreendidos pelo lanterna querendo aprontar para cima do líder. Uhhh!!! Mas essa vitória cruzeirense já estava computada nas previsões de qualquer matemático iniciante.

Temos agora duas partidas (duras) em casa, onde teremos que fazer seis pontos contra Inter, que vem babando após derrota no Gre-Nal, e Palmeiras, eterno freguês. E eu acredito séria e cegamente que eles (Cruzeiro) não fazem mais do que quatro pontos contra Santos e Grêmio. Desta forma, ficaríamos no mínimo dois pontos atrás.

Não poderia deixar de exaltar também a atuação de gala de PH Ganso, as participações importantíssimas de Kaká e Luís Fabiano, além é claro, de mais uma atuação incrível do maior goleiro de todos os tempos. Faltam 9 jogos! Faça o impossível para vê-lo em campo na maioria deles.

Vamo São Paulo!
Que sua pesada camisa opere o milagre de tirar 5 pontos em 15 a disputar…

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião