Merda!

No teatro, deseja-se ‘Merda!’ entre os atores para mirar muita sorte na atuação que virá a seguir.
Exceção feita a esse âmbito, o termo no geral é pejorativo para indicar algo muito ruim.

Sim!
O Cruzeiro que ganhava do Vitória por 2 a 0 no Mineirão e que, com um jogador a mais, deixou o time baiano empatar, jogou um futebol de merda. Não foi, Marinho?
Também o time que perdeu pontos em casa para os péssimos Figueirense e América, ou para o apenas normal Flamengo é uma merda.
A porcaria do time vem sendo tanta que a parca, pífia, ridícula campanha do time em casa nos levou de volta à zona da degola ao fim dessa rodada.

Bipolar que só, o Cruzeiro consegue encurralar o Atlético Original do Paraná em um tempo e sair de campo com placar em branco apenas e tão somente por atuação extraordinária do goleiro adversário, volta apático e toma 3 gols em 45 minutos. Em casa. De novo. Que merda!

Hoje, tivemos um primeiro tempo muito ruim contra o FluminenC, e razoável no segundo. Mas já com os dois gols tomados na etapa inicial e com a falta de criação e diversos erros de arremate, mais uma derrota sacramentada.
Sr. Paulo Bento, mesmo sabedor de que sua batata está no espeto, me resolve escalar Allano em detrimento a Ariel. Deu merda!

Há também os moleques da base que, ou estão sentindo o peso da camisa e se borrando, ou não servem nem para jogo de botão: Bruno Viana e Bruno Ramires estão muito mal. E não acho que Manoel ou Léo estejam piores que estes que citei. Ou seja: abre teu olho, Portuga! Já é meu segundo aviso!

Mas MERDA MESMO FEZ O ZÉ RUELA DO RIASCOS!
E PRA ELE, VOU MANDAR UM PAPO RETO:

Duvier Riascos,
Quem o senhor era antes de errar aquele pênalti fatal em 2013?
Quem o senhor pensa que é quando seu lance mais notável na carreira é um erro letal às pretensões de seu time num torneio da grandeza da Libertadores?

Você já ouviu falar em Tostão? Dirceu Lopes, Raul, Piazza, Palhinha, Batata, outro Palhinha, Dida, Nonato, Sorín,
Alex, Ribeiro & Goulart?

Merda é o senhor, Riascos.
De carreira pequena que nunca, jamais mereceu vestir esse manto azul cheio de história!
Sabe o Edmundo, ídolo meu quando atuava noutro Palestra, e que quando esteve aqui em 2001 teve que sair pela porta dos fundos por causa de um pênalti mal batido e mal explicado contra seu Vasco…? Pois até ele, de história pouco louvável aqui nas Gerais, veio a público hoje criticar sua atitude.

A gente entende você como entende ao Dimba, ao Josiel, ao Ederson… jogadores que nasceram para jogar em times pequenos. E esse é o seu destino: definhar seu nome, sua reputação, até chegarem ao tamanho do seu futebol microscópico.

Chamar o Cruzeiro Esporte Clube de ‘essa merda’?
Estou aqui segurando minhas palavras para não ser deselegante com quem me lê, merecedores de meu respeito, diferente de você, seu MERDA!
Volte para o Vasco, na série B, algo à altura de seu merecimento.
Volte para a Colômbia, ache lá um Zipaquirá, Bucaramanga, Aguablanca, times merecedores de seu refinado dominar, de suas conclusões precisas…

Acho, sinceramente, que ainda vou lhe agradecer.
Porque enxergo essa sua declaração como divisora de águas.
Não adianta pedir desculpas, Duvier.
Meu desejo é o da maioria imensa dos 8 milhões de cruzeirense: que o senhor suma daqui para bem longe. Não volte a Minas sequer para buscar suas tralhas. Esqueça que um dia teve a honra de vestir essa camisa.
Não merece sequer a foto que ilustra minha matéria de hoje. Preferi o Edmundo para ilustrar minha raiva por você.

O Cruzeiro de Fábio, ídolo de verdade; de Dedé, Manoel, Henrique, Romero, Robinho, Sóbis, Ábila, Wilian, Alisson… esse Cruzeiro não pertence à colocação que está. Caso estivesse faltando vergonha na cara ou motivação, o combustível veio em sua declaração.
Para acabar:
VÁ À MERDA, SEU FROUXO!
SEU…
SEU…
SEU MERDA!

Dá-lhe Cruzeiro!

Abraços a todos, saudações celestes, fiquem com Deus!
Até a próxima!

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Eugênio Sávio)

Compartilhe!
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Deixe sua Opinião