O clássico na visão da arquibancada do Pacaembu

por Cassio Alves: “Avisem os desavisados que a bola era branca”

No Pacaembu, o time do Governo PT não viu a cor da bola. Sim, era branca, caso eles não saibam. Apesar da boa marcação deles que dificultou nossa chegada à frente, o Tricolor mandou no jogo, marcou os 5 gols e encurralou os pobres trombadinhas.

O esforçado mas fraco zagueiro Antonio Carlos, que transmite uma falsa boa imagem pela grande aptidão em fazer gols lá na frente, desta vez resolveu atacar contra seu próprio patrimônio e anotou os dois gols para o time de marginais da Marginal. Sorte dele (e nossa) que as coisas deram certo lá na frente. Mas que fique registrado que 2 gols contra em um clássico é algo inadmissível! Nossa zaga continua sendo o ponto frágil da equipe. A dupla de zaga é muito fraca para quem almeja voos mais altos.

Os laterais foram seguros e eficientes. Douglas fez bela jogada no segundo gol Tricolor, apesar de ter perdido a bola no contra-ataque que gerou o segundo gol de Antonio Carlos. Álvaro Pereira tem aquele perfil de jogador que queremos: brigador, firme, cara feia e odeia perder.

Maicon e Souza mais uma vez tiveram boa atuação. Souza machucado deu lugar a Wellington, que também fez seu feijão com arroz. Ganso fez um golaço! É exatamente aquela jogada diferenciada que muda o jogo e que esperamos dele todo jogo. Além disso, correu, marcou e deu bons passes. Nada excepcional, mas pelo golaço merece grande destaque.

Na frente, Osvaldo foi pra cima deles e ainda colocou na cabeça do Rodrigo Caio no terceiro gol. Pabón correu muito, marcou a saída e deu o passe na medida para o gol de Luis Fabiano. Luis, que tanto critico pela falta de decidir grandes jogos, teve boa participação e fez o que esperamos: gol em jogos importantes. Bom início de temporada para ele.

O fraquíssimo Rodrigo Caio merece meus cumprimentos por uma ótima travada em jogada do rival Luciano, que não tem nome de jogador, e ainda fez o gol da vitória em ótimo cabeceio.

OLÉ no Pacaembu. Era o fim da falta de vitórias em clássicos. Jogamos como São Paulo com total soberania.

Destaque também para Muricy Ramalho. Vê-lo novamente batendo em suas veias nos transmite uma ótima sensação de que temos um de nós no comando.

Agora, os coitados dependem de nossa boa vontade de ganhar do Ituano, no Morumbi. Por mim, o time nem entraria em campo, dando os pontos para o Ituano por W.O. Mas, se por acaso se classifiquem, aguardamos novo encontro nas finais. Vem, mas já vem com medo!

Enquanto isso, CHUPA!

 

por Giuliano Del Pozzo: “O poste mijou no cachorro”

E foi isso que aconteceu ontem no Pacaembu. Corinthians começou bem o jogo, tanto na marcação quanto na saída de bola e criação, fez um gol logo no começo do jogo e tinha tudo para administrar o placar. Não foi o que aconteceu.

O time recuou e foi envolvido pelo toque de bola do adversário. Mesmo o São Paulo jogando com meio de campo com a mobilidade de um Pau Brasil, os 3 volantes Corinthianos por diversas oportunidades bateram cabeça na marcação e junto aos laterais Corinthianos demoravam a se posicionar em linha para marcação nos contra-ataques São Paulinos.

No segundo tempo para piorar a situação, Mano Menezes mais uma vez demonstrou não conhecer as características do elenco, colocou Guerrero no lugar de Renato Augusto e fez com que o time perdesse o último lampejo de criatividade. Resumindo, tivemos 3 atacantes engolidos pela marcação São Paulina.

Ah, esqueci de mencionar que essa folga na marcação, fez com que o Zagueiro/Volante com cara de cantor Teen, que assumiu tremer dentro do Pacaembu com nossa torcida,  fizesse o terceiro gol e lacrasse o placar no Pacaembu.

A derrota do Ituano no sábado, fez com que somente dependêssemos de nós no campeonato. Infelizmente desperdiçamos a chance. Mesmo com uma possível entrega por parte do time do Jardim Leonor, ainda acredito na classificação para as finais, e lá, a coisas serão diferentes, ouviu meninas? Além disso,  é muito bom ver a torcida tricolor  idolatrando o medíocre elenco após a vitória.

Este ano de 2014 será difícil para nosso time e a reformulação do plantel esta longe de ter terminado. Alô Mario Gobbi, pare de se preocupar com o que o jogador que você paga escreve no twitter e preste atenção no seu time.

Ponto negativo – Mais uma Lesão do Paolo Guerrero. A tal Barbara Evans deve estar sugando as energias do nosso Centroavante.

Ponto Positivo – Único momento positivo do jogo foi a zueira ao Goleiro Vovô em cada chute efetuado.

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião