O craque antevê o gol

O craque antevê o gol. A ajeitada de corpo que o meia Diego deu quando a bola ainda rolava em sua direção, nas entrelinhas da grande área adversária, fez o torcedor entrever aquele lance plástico, métrico, mágico, de compasso, de ângulo adjacente…a meta é mesmo uma mesa de estudo, com duas “gavetas” nas quais são guardados os mais lindos traços da arte do futebol…

…já dava para comemorar antes mesmo de o pé direito do camisa 10 tocar a bola…a batida “seca” e colocada rabiscou uma linha reta perfeita na composição óptica do prisma lá no canto alto esquerdo do gol do arqueiro Weverton…

…Diego comemorou com os braços abertos, em formato de uma grande régua…é a métrica da meta que o jogador diferenciado tem…é a combinação entre a mística e a real valia da camisa 10 rubro-negra, no Maracanã, repleto de uma torcida apaixonada, nos jogos decisivos…

…na Libertadores é assim…jogo difícil, para a torcida roer unha e arrancar a raiz do cabelo…o gol de Guerrero, também em bela jogada, aos 6 do primeiro tempo, e o de Diego, aos 15, não necessariamente significavam goleada à vista…o Atlético Paranaense tem um bom elenco e um treinador competente que soube mudar a postura do time na segunda etapa e provocar uma reação, com Nikão, aos 13, que obrigou o Flamengo e sua torcida, mais uma vez, no Maraca em formato de um imenso “ninho do urubu”, a jogarem abraçados, na raça…

…o craque saiu machucado e preocupa…mas depois do gol que fez, com aquela camisa 10, os Deuses do Futebol não vão querer vê-lo de fora…ainda há muito o que escrever na enciclopédia da bola, reservada aos que sabem tratá-la como uma dádiva da natureza…

Imagem: youtube.com

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião