O “ídolo” fabricado

COVARDE. Para falar o mínimo, o publicável. Esse é o adjetivo que neste momento posso atribuir ao Sr. Jorge Valdivia.

Antes de mais nada, quero dizer que me orgulho muito por JAMAIS ter me deixado enganar por este jogador. Desde sempre, alheio a todos os problemas enfrentados pelo Palmeiras nos últimos 10 anos – sendo 7 deles na presença de Valdívia – não me corrompi pela subversão de valores imposta por uma personalidade controvertida, tampouco por seu futebol supervalorizado, fabricado que foi por uma imprensa sensacionalista e por uma torcida, em sua maioria, órfã de grandes ídolos recentes.

Aqueles que me conhecem, que acompanham nosso blog, o meu pai, a minha mãe, o meu irmão (com quem travei discussões intermináveis sobre Valdívia) e meus amigos, sabem qual sempre foi meu posicionamento sobre o jogador.

E hoje, muitos daqueles que me criticaram, passam agora a reconhecer a nocividade que uma pessoa egoísta, egocêntrica e descompromissada pode trazer para um grupo de quase 40 pessoas que remam em sentido diametralmente oposto e dividem um ambiente que há muito não se via.

Após mais um episódio lamentável patrocinado por este rapaz, muitos próximos a mim e outros tantos por aí, ainda que tardiamente, veem o cair da máscara de um verdadeiro monstro que ajudaram a criar.

Sim, vocês criaram um monstro disfarçado de ídolo. Fantasia esta que ele insiste em vestir para desfilar em tantos e tantos carnavais que, coincidência ou não, sempre foram precedidos por aquela mão furtiva na posterior da coxa esquerda; a mesma mão que depois deslizaria por outras coxas, entregue ao prazer carnal da festa popular. E isso não sou eu que falo, mas sim as fotos e os fatos.

Mas esse é o menor dos problemas, afinal cada um faz o que quer. Mas, o que não sabe Valdivia, ou finge não saber, é que ninguém faz o que quer com a Sociedade Esportiva Palmeiras.

É preciso que este jogador seja posto em seu devido lugar, imediatamente.

Não posso dizer que fiquei surpreso com o teor das mensagens postadas por ele na rede social de sua preferência, pois não espero nada mais vindo de alguém como ele. Menos ainda me surpreendeu o quase imediato pedido de desculpas. Sim, ele pode ser infantil, deslumbrado com fama e dinheiro, um completo idiota, mas não é burro. Viu que o profissionalismo, que ele faz questão de não ter, chegou para ficar no mais alto escalão do futebol palmeirense.

É que apesar de as folclóricas tradições do país insistirem no contrário, há cada vez menos espaço para o improviso, para o desleixo, para o descompromisso e para a presunção de se sentir intocável.

A ferocidade da concorrência, presente em todos os setores da economia e níveis da sociedade – e nisso se inclui o futebol – exige seriedade, dedicação, responsabilidade e respeito.

No Palmeiras, não é diferente, embora um dia tenha sido.

E seu comportamento infantil, direcionando críticas públicas a Alexandre Mattos, apenas evidencia a característica principal de sua personalidade: a covardia.

Claro!!! Está ele ciente de que hoje não dependemos das migalhas jogadas por ele nos raríssimos minutos em que esteve em campo no ano passado. Hoje, há 2, senão 3 opções para sua posição. Portanto, sabe ele que vai precisar TRABALHAR caso queira jogar e que não cabe mais se esconder atrás de uma suposta genialidade e da fragilidade de um time dependente. E aquilo não era dependência, era cárcere!!! Éramos reféns!

Por tudo isso, se acovarda e tenta arrumar caminhos furtivos para seu desligamento do clube, e ainda tem a ousadia de pedir para que seja pela porta da frente.

Ora, se dependesse de mim, TODAS as portas do Palestra Itália estariam ESCANCARADAS para sua saída, mas nenhuma delas daria na Rua Turiassú.

Se eu estivesse no vestiário no dia daquela preleção histórica do Zé Roberto, pediria para bater no meu peito e gritar a plenos pulmões: EU NUNCA CONSIDEREI VALDIVIA UM ÍDOLO DA SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS!!! NUNCA!!!

Agora tá na hora de você, torcedor palmeirense, largar mão de ser imbecil e parar de lamber o saco desse cara e HONRAR A HISTÓRIA DO CLUBE!!!

Você que um dia idolatrou esse sujeito FERE DE MORTE A HISTÓRIA DE MARCOS, EVAIR, DUDU, ADEMIR, CESAR, LUIS PEREIRA, TONHÃO, SAMPAIO, EDMUNDO, WALDEMAR FIÚME, CLÉBER, JULINHO, NEY, EDU, LEÃO, EURICO, ALFREDO, ZECA,  JAIR ROSA PINTO, ZINHO, LEIVINHA, RIVALDO, ALEX e tantos outros!!! Os verdadeiros ídolos, de fato e de direito!!!

Gente, pelo amor de Deus, colocar esse Valdivia no meio desses caras é um SACRILÉGIO!!!!!

VALDIVIA, RENOVANDO O CONTRATO OU NÃO, MESMO QUE JOGUE TODOS OS JOGOS DAQUI PRA FRRENTE, QUE FAÇA GOL EM FINAL DE CAMPEONATO…

VOCÊ NÃO SIGNIFICA ABSOLUTAMENTE NADA NA GLORIOSA HISTÓRIA DESTE CLUBE. SAIBA DISSO!!!

Um ídolo não abandona o time e a torcida no momento mais importante e perigoso de uma campanha. Um ídolo, um craque, está sempre presente, ele joga e ele decide jogos importantes.

Você vai passar Valdívia e eu vou cuidar para que meus filhos e netos sequer saibam que um dia você esteve por aqui!!!

P.S.: O ambiente é bom, várias vitórias seguidas, estádio cheio sempre, camisa mais valorizada do Brasil, mas… Já passou da hora de ganhar um clássico né… nos únicos 2 jogos um pouco mais complicados neste ano, 2 derrotas em casa, pra Ponte Preta de Campinas e depois pra Ponte Preta da Capital…

Então, hoje é o dia, contra o nosso segundo maior freguês!!!

AVANTI.

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião