O time Tricolor, a chuteirinha de duas cores e o futebol sem cor nenhuma

Não há nada mais prazeroso para um torcedor apaixonado do que ter a oportunidade de acompanhar o jogo de seu time. No estádio, pela TV, pelo rádio, no aplicativo, ou seja lá como for, acompanhar seu time ‘ao vivo’ é sentir aquela tensão mágica que o futebol nos proporciona.

Assim, para mim, é acompanhar o São Paulo. Assim foi, nesta quarta-feira, se preparar para assistir o embate frente ao petulante e insignificante clube do Paraná que se considera ‘time grande’.

Me reuni com amigos, preparamos o whisky a la JJ, e aguardamos o início do jogo.

Logo nos primeiros minutos, mais do que o fraco e morno futebol apresentado pelas equipes em campo, algo me chamava a atenção e me tirava do sério: Que porra estavam fazendo Denílson, Antonio Carlos e Reinaldo com esse par de chuteirinhas, uma de cada cor?

Tentei focar no jogo. Porém, a ausência de futebol Tricolor cismava em me defrontar novamente com aquelas chuteiras. Pensei se estaríamos nos referindo a Cristiano Ronaldo, Ibrahimovic ou Messi. Na verdade, eram apenas Denílson (que estava afastado há tempos por insuficiência técnica), Reinaldo (acaba logo, Copa.. precisamos do Álvaro Pereira urgente) e Antonio Carlos (aquele zagueiro artilheiro, ou melhor… artilheiro e, se der, às vezes, tira uma bola).

Neste sentido, devo exaltar nosso camisa 10. Se por vezes, assim como ontem novamente, não demonstrou o que esperamos, por outro lado mantém em todos os jogos suas chuteiras pretas e camisa por dentro do calção. São coisas pequenas que, para um torcedor, fazem grande diferença.

Ahhh, o jogo? Sobre isso não há grandes destaques… Douglas fez o de sempre: deu ótima assistência para o gol do Atlético. Pato, aquele que ganha R$ 800 mil/mês, saiu no intervalo. Contamos então com a mão de Deus, materializada na mão de Luís Fabiano, para arrancarmos o empate.

A noite fria dependeu dos contínuos e prolongados goles no whisky para arrancar alguns sorrisos..

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião