Onze jogos para retomar a hegemonia na América

Confirmados, são sete. Tudo saindo conforme o previsto nesta quarta-feira, lá em Guayaquil, podemos ter mais dois ou quatro*. Considerando o melhor cenário, onde disputaríamos a final da Copa Sulamericana, teríamos onze jogos a realizar ainda este ano. Seriam eles:

 

Emelec x São Paulo (Equador) – 05/11

Vitória x São Paulo (Salvador) – 09/11

*São Paulo x Atlético Medellin ou Univ. César Vallejo (Morumbi) – 12/11

São Paulo x Palmeiras (Morumbi) – 16/11

São Paulo x Internacional (Morumbi) – 19/11

Santos x São Paulo (Cuiabá) -23/11

*Atlético Medellin ou Univ. César Vallejo x São Paulo (fora) – 26/11

São Paulo x Figueirense (Morumbi) – 30/11

*São Paulo x Boca Juniors ou Cerro Porteño ou Estudiantes ou River Plate (a definir) – 03/12

Sport x São Paulo (Recife) – 07/12

*São Paulo x Boca Juniors ou Cerro Porteño ou Estudiantes ou River Plate (a definir) – 10/12

 

Ou seja, apesar de em campeonato de pontos corridos todos os jogos sejam altamente valiosos, chegou a hora de separar os homens dos meninos em ambas as competições. É claro, gostaríamos que o Tricolor vencesse todos eles e que nosso final de ano fosse histórico.

Porém, a sequência é bruta. A cada três dias, uma nova pedreira pela frente. Nossos jogadores já estão sentindo a maratona e nosso elenco não possui peças de reposição a altura dos titulares.

Mais do que nunca, agora tem que ser mesmo na raça, assim como foi em Criciúma. Acredito cegamente que o Cruzeiro irá perder pontos contra Santos e Grêmio, ambos fora de casa. Se isso realmente acontecer, podemos entrar na antepenúltima rodada do Brasileirão com o mesmo número de pontos deles, ou com uma diferença de apenas 1 ou 2 pontos apenas.

Aí então, quem já dava como certo o título para os mineiros, vai ter que começar a preparar uma nova manchete de emergência.

E enquanto isso, a tora já estará queimando nas semifinais da Sulamericana. Ainda tem também a suposta despedida de Rogério, sobre a qual circulam boatos que seja adiada para 2015.

É, amigo. O fim de ano promete…

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião