Os Boleiros

Cassio Alves

(São Paulo)
Cassio Alves
Cassio Alves

De São Paulo tens o nome, que ostentas dignamente. Essa estrofe diz muito.

Bendito seja o santo que pioneiramente carregou este nome. Não sou devoto dele, mas carrego sua imagem pendurada no peito, simplesmente pelo fato de ter tal nome. Serve mais é como amuleto. A cidade pediu seu nome emprestado. O estado também. Mas, com certeza, ninguém representa melhor este santo nome comparado ao nosso Tricolor. Sim, percorremos todo o mundo ostentando dignamente este nome. Hoje, talvez, o nosso São Paulo seja mais conhecido até mesmo que aquele da origem.

A vida não me fez nascer em berço de ouro (que pena!), mas a mais preciosa herança que meu pai já deixou logo na maternidade foi me vestir com aquela camiseta branca, com listras vermelha e preta. Ali estava batizada a dinastia que traria tantas alegrias à minha vida.

Aquela camiseta já não me serve há muito tempo, mas seu significado nunca deixou de viver comigo. Essa magia virou um prazeroso vício. Esse vício me levou às telas do cinema com um inesquecível depoimento no filme Soberano 2. E é esse mesmo vício que nos trouxe aqui.

Aquela voz, que tantas vezes se acabou na arquibancada, agora tem um lugar para expôr e compartilhar opiniões.

Muito prazer! Cassio!
Vamo tricolor!!! E eu vou contigo!!!

 


 

Paulo Capretti Del Fiori

(Palmeiras)

Paulo Capretti Del Fiori
Paulo Capretti Del Fiori

O destino me deu a honra de ter a maior missão dentre os demais componentes deste site: O de carregar, defender e exaltar o nome da Sociedade Esportiva Palmeiras, a instituição mais vitoriosa do futebol brasileiro.

Eu sou o guardião das tuas glórias, Palmeiras!

Juro manter teu nome no alto, acima de tudo e de todos, como deve ser, e juro cornetar sempre que necessário, pra não perder a essência da nossa gente.

E juro que a grande maioria das coisas que serão escritas por mim será fruto de pura emoção, com baixíssimo nível de racionalidade!!!

Avanti.

 


 

Erdimir Bueno II

(Corinthians)

erdimir
Erdimir Bueno II

Não se vira corinthiano. Se nasce!

De alma preta e branca desde o meu nascimento, meu amor pelo time a cada dia cresce mais e mais. Quem tem essa paixão desde o nascimento costuma dizer que não é Corinthiano e sim “Aqui é Corinthians”!

E me foi aberta a oportunidade de poder falar e expressar minha opinião sobre o Corinthians, que já me fez sofrer, chorar de tristeza e alegria.

Então muitas vezes a razão será deixada de lado em minhas palavras e a emoção tomará conta dos meus desabafos.

Vai Corinthians….pois só quem é sabe o que é!
Bom divertimento em nosso site!

 


 

Fellipe Scrafani

(Santos)

Fellipe Scrafani
Fellipe Scrafani

Contra tudo e contra todos, é assim, que todo o Santista nasce, já vem ao mundo com a missão de enfrentar todas as pérolas futebolistas, e comigo não foi diferente, mas como trago em minha essência, não ser igual a tudo e a todos, assim a dadiva me deu o manto mais puro, o Branco, do Santos, e de Santos para o Mundo, o Mar Branco.

Santista é de Pai para Filho, e a estirpe se disseminou também com a Família Scrafani, nascendo com meu Avô Jurandir, “Mineiro” e ex-jogador profissional, que passou ao meu Pai, este o Sr. Weber meu deixou a nobre herança, de seguir com o Traje Alvi Negro.

Hoje a pele se confunde, sou Santos, e sempre serei Santos, nenhuma fase ou resultado é tão ruim, do que não estar com o Santos.

“De um passado e um presente só de Glórias”
Nascer viver e no Santos morrer é um Orgulho que nem todos podem ter!

 


 

Sérgio Monteiro

(Atlético)

sergio
Sérgio Monteiro

Como bom mineiro, nasci alvinegro. Reza a lenda que em Minas Gerais todos nascem atleticanos. Alguns, infelizmente, acabam virando a casaca. Talvez por rebeldia. Talvez porque não conseguem perceber o quanto é mágico torcer para este clube. Segundo o presidente Alexandre Kalil, somos a torcida e o time mais argentinos do Brasil.

E é bem por aí. O atleticano carrega com orgulho esse amor ao clube. É um ser diferenciado, iluminado. Hoje, o país e a América sabem que o atleticano acredita. Sempre. E é assim desde 1908, quando o Galo, cada vez mais Doido, foi fundado.

Acreditamos nas horas boas, comemoramos como ninguém as vitórias e os títulos. Mas acreditamos também quando a situação é adversa. Foi assim em 2006, na Divisão Especial. Foi assim em Dois mil e Galo, na Libertadores. Será sempre assim. Pro alvinegro, nada é impossível, nada importa mais do que a existência do Galo. Não é a toa que torcemos contra o vento. E ele costuma perder.

Recebi de meu pai esse dom. Foi com ele também que aprendi a escrever sobre o Glorioso Clube Atlético Mineiro, paixão maior das Alterosas. E é graças ao exemplo de meu pai que me formei em Jornalismo, em 2001. E é uma honra fazer parte dessa turma do porbaixodaspernas.com.br. Espero corresponder à altura das tradições do alvinegro e costumo dizer que escrever sobre o Galo é muito fácil, pois o texto já nasce com paixão. Impossível para um sagitariano e atleticano não exagerar nesse amor incondicional ao Galo. Ou seja, os textos serão sempre carregados de sentimento.

Sejam bem-vindos.
Aqui é Galo!

 


 

Walter Júnior

(Botafogo)

Walter Júnior

Olá, Meu nome é Walter Júnior, Fisioterapeuta, Professor e Músico, sou Botafoguense desde que me entendo por gente, talvez por influência do meu pai, porém aprendi que a paixão pelo time é tão inexplicável, que trocamos de mulher, e o time Fica! No máximo, pirraçamos por alguns jogos, mas daí duas ou três partidas e estamos lá de novo de frente da TV ou rumo ao Estádio!

Desculpe…mas não estou sendo machista não, só uma forma clara de tentar definir essa paixão pelo time que aprendi……. Sou de Barbacena – MG e quando me perguntam: _Uai, você não é mineiro, torcer pra time do Rio?…. logo explico que fui escolhido e tenho certeza que o futebol sobrepõe as fronteiras…mais uma vez, uma paixão inexplicável..

Acompanho o Botafogo assiduamente desde criança e tenho muito orgulho em sustentar essa paixão com lucidez e um fanatismo saudável… afinal uma camisa do meu time já me trouxe amizades ou diálogos calorosos em distâncias que eu não podia imaginar! Enfim, estou aqui pra falar de futebol, desse time que eu amo, principalmente, de maneira coerente, saudável e até debochada quando preciso e possível for…. Muita Honra em ser reconhecido como BOTAFOGUENSE!!!!

Muito Prazer, Walter Júnior – Vamúúúú Fogão!!!!!

 


 

Paulo Mesquita

(Vasco)

boleiros
Paulo Mesquita

Apaixonado por games, RPG, Star Wars, filmes (não, Star Wars não é filme, está acima disso!, e que fique claro!!!), grunge-punk-rock e, óbvio, FUTEBOL!

 Sou um Publicitário que está se aventurando no tão complexo, mas envolvente, mundo da Administração.Ah sim! Também tenho o prazer em castigar, digo!, LECIONAR. E nas lágrimas… melhor dizendo, nos olhos de meus alunos vejo o quanto que eles se sentem honrados em “me terem eu” como o seu “Teacher”. De nada, queridos, de nada. Hehe.

 A parada é a seguinte, sou o mais nobre deste grupo! Tanto que carrego com todo orgulho a CRUZ DE MALTA!!!Emoção, desabafo e fé não faltarão nos comentários. Sem contar com as clássicas “alfinetadas”, principalmente para um time (se é que posso classificá-lo como tal…) que tem como mascote um comedor de carniça…

 Muito prazer e sejam bem-vindos!

S3MPR3 VAXXXCÃO!!!

 


 

Ceará

(Fluminense)
Foto 1 (1)
Ceará

Luis Elisvan, mais conhecido com Ceará, há muito torcedor do Fluminense, Clube de tantas glórias e tradições. O único tricolor, pois os outros são times de três cores. Mesmo sendo cearense, acompanho o futebol carioca desde muito cedo. Ao chegar ao Rio de Janeiro, no início dos anos 80, percebi que tinha algo diferente de tudo que a cidade maravilhosa pode nos proporcionar.

O time das Laranjeiras, sempre ele, abrilhantava as tardes de domingo, dias em que a saudade da terrinha, dos familiares e dos amigos de infância pareciam ser mais dolorosos. Mas bastava sentir a energia que vinha do túnel do Maracanã, com as vibrações da mais guerreira torcida para que tudo se tornasse uma festa. Festa do futebol que pode ter uma equipe como a do Fluminense.

Anos se passaram e a paixão só aumenta a cada dia. Refletindo na apaixonante vibração do pequeno Samuel, meu filho, que já enraizado com as tradições tricolores, acompanha comigo a trajetória singular de vitórias, conquistas e muitas, muitas emoções.

Antes de ser Tricolor, tem de ser Guerreiro, ou vice versa.

 

 


 

Roberto Patta

(Grêmio)
Roberto Patta

Preto, azul e branco são as cores do nosso manto sagrado. A paixão pelo Grêmio vem desde meu falecido avô Telmo Patta, quando morávamos em Cachoeira do Sul, na região central do Estado. Somos movidos pela energia de um clube, que independente da situação, sempre será um dos grandes do futebol brasileiro.

Os títulos marcantes estão todos lá: Gauchão, passando pela Copa do Brasil, Brasileirão, Libertadores da América, Recopa Sul-Americana e o maior de todos, o Mundial de 1983 (sim, porque antes do outro lado pensar em ser campeão o universo já conhecia a força gaúcha tricolor).

A sala de troféus é gigantesca, tal qual é o Grêmio, fundado em 1903 e que muito nos honra com um trecho do hino que diz: “Mas o certo é que nos estaremos, com o Grêmio onde Grêmio estiver”.

Sou Roberto Patta e é com imensa alegria que passo a dividir este espaço com vocês, torcedores de todos os cantos do planeta, em especial os da Azenha (hoje Humaitá) que conhecem muito bem os sabores das conquistas.

 



 

Fernando Santos

(Internacional)
Fernando Santos
Nascido em Porto Alegre, em 1985, sou colorado desde que me entendo por gente. Cresci indo a jogos no Gigante e também joguei nas escolinhas do Inter. Sou sócio desde fevereiro de 2006 (antes da conquista da Libertadores).
 
Considero o Beira-Rio a minha segunda casa. É o lugar que me sinto bem em qualquer dia da semana, com ou sem jogo. Já tive a honra de jogar no estádio dos eucaliptos quando foi transformado em campos sintéticos e foi sensacional ver a história do Inter diante dos meus olhos.
 
Hoje moro em Joinville-SC e sempre que posso vou a Porto Alegre. E sempre que vou a Porto Alegre vou ao Gigante. Não há distância que separe uma paixão.
 
Por isso, como diz a música, Nada vai nos Separar.

 


 

Rogério Lúcio

(Cruzeiro)
Rogério Lúcio
Rogério Lúcio

Salve China Azul! Salve todos!

Sou louco há mais de 30 anos. No começo acompanhei a loucura do meu pai, que sofria no começo da década de 80 com um time em decadência, mera sombra dos já idos e dourados anos 60 e 70, dos quais não participei. Mas desse primórdio eu guardo com sabor de boa infância as lembranças vivas de escutar pela Inconfidência os gols de Mirandinha, Seixas e Tostão II. Eu tinha só 5 ou 6 anos de idade e já defendia o Cruzeiro, um bom mineiro de sangue azul! Ali nascia uma paixão que tomou conta desse cara que vos fala com os olhos marejados de amor pelo clube das 5 estrelas.

Falo sempre que aqui em Minas há duas opções: ou escolhe-se ser mero apaixonado, como a minoria, ou ser grande, gigante. Do tempo citado pra cá vi muita coisa que os meros apaixonados jamais virão. Só nós, os gigantes, vimos e veremos.

Vi um argentino cabeludo com a cabeça rachada fazer gol de título.
Vi um maestro, genial, dar volta olímpica com a bola ainda rolando.
Um adolescente dentuço mandar um becão uruguaio à lona com dribles desconcertantes.
Ou goleadas eternas sobre seu arqui-rival, marcadas neles como se marcasse um boi.

Hoje, três décadas e incontáveis alegrias depois, me sinto no dever de externar essa loucura. Primeiro, dando extensão a ela no coração e no sangue do meu filho, Felipe.

E aqui no site, orgulhoso pelo convite de defender as cores azuis das Minas Gerais. Prometo fazê-lo na linha fina que separa razão de emoção, embora saiba que esse é o espaço do torcedor e que nós, os loucos, somos irracionais, somos emocionais com sobras.

Devo dizê-los, por fim, que a honra de ter um espaço para escrever sobre novas páginas heróicas e imortais não é papel complicado; cada resenha já nasce pronta, seja numa comemoração, seja num desabafo. Pois a loucura em defender o Maior de Minas está nas minhas veias, é nata!

Com muita honra, valeu!

Rogério
Sou louco, Sou Cruzeiro!

 



Thiago Adonai

(São Paulo)
Thiago Adonai
Lembro-me exatamente da primeira vez em que fui ao Morumbi ver o São Paulo jogar. Foi num feriado, num jogo amistoso do São Paulo contra um time misto entre Flamengo e Santos (Sim, isso aconteceu).Todo o trajeto ao estádio com torcedores uniformizados, as bandeiras nos ônibus e a grandiosidade do Morumbi já serviriam como motivo suficiente para eu me tornar são-paulino naquele dia, porém ainda teve o jogo e nele aconteceu um gol de falta de um certo goleiro que viria se tornar um Mito anos depois…Aquela tarde de Domingo foi inesquecível, mas é claro que não foi naquele dia que me tornei são-paulino.

Naquele dia fui apenas batizado como tricolor em nosso templo sacrossanto. Pois, sou são-paulino desde o dia em que nasci, desde todas as vezes em que visitava meu avô e encontrava por toda a casa flâmulas e canecas personalizadas com nosso escudo tão distinto e vitorioso.E desde todas as alegrias (a até tristezas) que este clube sempre me proporcionou.

Depois daquele domingo nunca mais deixei de ir ao Morumbi, e hoje, poder escrever sobre o São Paulo é motivo de orgulho, pois estou de certa forma registrando momentos de sua grandiosa história através das minhas palavras (e também dos meus desenhos!)Por isso, hoje e sempre, meu coração tem cinco pontas, bate forte e… É tricolor!!!

 


Alessandro Sanches (Buguinha)

(Santos)
Buguinha

Alessandro Sanches,  mais conhecido com Buguinha, é turismólogo, pós graduado em globalização e cultura, comerciante e desde sempre enaltece e defende o nome do SANTOS FC .

Sou sócio do SANTOS FC e Torcida Jovem do SANTOS e dos movimentos Terceira Via Santista e Punk Santista e apoio a todos os movimentos que enaltecem o SANTOS FC em qualquer lugar do universo…

Atualmente resido em Itajaí – SC mas sempre COM O SANTOS ONDE E COMO ELE ESTIVER … Jamais distante das arquibancadas de onde o SANTOS FC está jogando onde procuro estar presente sempre que possível…

Pretendo escrever com uma mistura de visão, razão ,jornalismo ,informação e amor pelo maior do universo sempre com ética e responsabilidade , pois NASCER VIVER E NO SANTOS FC MORRER É UM ORGULHO QUE NEM TODOS PODEM TER …

Grande abraço a todos !

 


Heros Antunes

(Vasco)
Heros Antunes

Saudações vascaínas! Sim, sou torcedor apaixonado pelo melhor, mais importante e histórico time de futebol do Brasil, o Club de Regatas Vasco da Gama!Sou nascido em Minas, com família materna no Rio de Janeiro e bisneto de legítimos portugueses de Leiria, região central de Portugal.

Vascaíno desde sempre e para sempre. A Cruz de Malta que carrego no peito, sempre resplandecerá! Seu nome glorifica a história e a coragem de um desbravador destemido e verdadeiro almirante dos mares.

O Vasco é assim, time de todas as raças, de todas as cores e de todas as classes. Construiu a história mais bonita do futebol brasileiro, sofrendo todo tipo de preconceito e mesmo assim vencendo a todos os obstáculos.

Foi o clube pioneiro ao aceitar negros, operários e pobres em sua equipe, e produziu os maiores artilheiros do país. Construiu um grande estádio o maior das Américas na época, e até hoje o maior estádio particular do Rio(sim nós temos “casa própria”)!

Lembro até hoje da primeira camisa do Vasco que ganhei do meu pai, também vascaíno, e tenho a certeza que herança melhor não há!

Como disse o ilustre poeta e torcedor vascaíno Carlos Drummond de Andrade: “Não digo que sou um Vascaíno doente, pois doente é quem não é Vascaíno”.

Aos torcedores cruzmaltinos, digo que é com muita honra e satisfação que escreverei meus textos, sempre respeitando o Gigante da Colina, mesmo quando os ventos não nos forem favoráveis. Porque aqui, o sentimento não pode parar!

Sou do time da virada, do time do amor, vascaíno sim senhor!

Obrigado!

Heros
Cruz de malta no peito sou Vasco da Gama, campeão de terra e mar!

 



Pedro Simões

(Flamengo)
Pedro Simões

Fala Nação!!!

A partir de agora vou representar o mais querido aqui no Por Baixo das Pernas, sou mais um doente, como todos os flamenguistas desse mundo. Um daqueles que acredita em título depois que ganha dois jogos seguidos e se encontra na 11ª posição no Brasileirão.

Mais um daqueles que espera um gol de falta do Pet lá da casa do ca… quando faltavam 2 minutos para acabar o jogo contra os Viceínos.

Coisas sobrenaturais só acontecem com o Flamengo, e espero comemorar vários desses momentos inexplicáveis com a galera que acompanha o Por Baixo das Pernas.
120 anos rindo da turma que adora jogar segunda e sexta!!!

SRN!!!



Priscila Teixeira

(São Paulo)
Priscila Teixeira

“A vida me fez São Paulo, e eu fiz do São Paulo a minha vida”A frase é de um ídolo, Luis Fabiano, ou simplesmente Fabuloso, mas traduz o que realmente aconteceu na minha vida. Filha de pai corintiano e mãe santista, mas prima de um fanático tricolor. E foi a convivência com esse meu primo que me despertou tanta paixão.

Me lembro como se fosse ontem de um jogo em 1998, final do Paulista, São Paulo x Corinthians, eu com 11 anos, Tricolor campeão, dia em que senti uma emoção inexplicável e tive a convicção de que São Paulo Futebol Clube era mesmo o MEU TIME. E desde então eu jamais deixei de acompanhar, de torcer, de vibrar e de chorar. Como mulher encarei diversos preconceitos por ser amante do futebol, mas e daí? Quem foi que disse que futebol é coisa de homem? Futebol é paixão! E São Paulo? Aí é amor incondicional.

É um orgulho enorme poder falar para vocês sobre o maior do Brasil, São Paulo Futebol Clube.

 


Jaqueline Bittencourt

(São Paulo)
Jaqueline Bittencourt

O Clube da fé, a camisa que entorta varal, dos grandes o primeiro e tantas outras denominações para se dar ao amor da minha vida. São paulina deste plano, e por muitos outros que virão, vibro quando ganhas, choro quando perdes, mas tendo a única certeza de nunca o abandonarei.

Torcer, amar, gritar e estar,  torna toda visita ao Estádio Cícero Pompeu de Toledo como a primeira, mãos tremulas, corpo arrepiado e uma emoção que não se mede, e sendo assim se tornando a nossa segunda casa. 

Fábrica de ídolos, hospedeiro de sonhos, manto de histórias, lugar de M1TO. O Morumbi do Tricolor é o meu lugar, e o São Paulo Futebol Clube é quem eu sou.

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

TERMO PARTICULAR DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS PATRIMONIAIS E OUTRAS AVENÇAS

 

O presente TERMO PARTICULAR DE CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS PATRIMONIAIS E OUTRAS AVENÇAS (doravante denominado “Termo de Cessão”),
havido entre PAULO CAPRETTI DEL FIORI, portador da Cédula de Identidade RG n.º43.982.715-2 e inscrito no CPF/MF sob o n.º 312.106.328-61 e CASSIO ALVES DOS SANTOS, portador da Cédula de Identidade RG n.º 32.219.491-X e inscrito no CPF/MF sob o n.º 349.548.778-65, legítimos proprietários e detentores do domínio do Portal www.porbaixodaspernas.com.br, composto por site e contas no Facebook, Twitter e Instagram (doravante denominada “PORTAL”) e o usuário interessado em se tornar Colaborador do Portal (doravante denominado “COLABORADOR”), tem por objetivo regular os termos e condições a que o COLABORADOR está sujeito ao utilizar e postar materiais de sua autoria no PORTAL.

CONSIDERAÇÕES INICIAIS:
A) Apenas pessoa física, maior de 18 (dezoito) anos e plenamente capaz poderá ser COLABORADOR, portanto, se você for menor de 18 (dezoito) anos ou necessitar de representação na forma da lei, não deverá prosseguir, exceto se estiver expressamente representado por seus pais ou responsáveis legais.
B) O COLABORADOR pretende fornecer gratuitamente material fotográfico, audiovisual e artístico (fotos, textos e/ou vídeos) ao PORTAL (site, Facebook, Twitter e Instagram), não havendo qualquer remuneração a ser paga por este último em decorrência da cessão de direitos prevista neste Termo, incluindo as quantias eventualmente obtidas por meio de anúncios e campanhas publicitárias de qualquer natureza, ainda que atraídas por força de material (fotos, textos e/ou vídeos) postado pelo COLABORADOR.
C) Em virtude da possibilidade de postagem de material diretamente pelo COLABORADOR no PORTAL mediante a utilização de login e senha (pessoais e intransferíveis) previamente cadastrados, aquele, ao assim proceder, se dá por ciente e concorda, de forma integral e irrestrita, com todos os termos do presente instrumento.
D) O PORTAL se reserva no direito de alterar e/ou ampliar o presente Termo de Cessão a qualquer momento, dando ciência dessas alterações em sua Home Page. O uso do PORTAL pelo COLABORADOR após qualquer alteração implicará no consentimento e aceitação tácitos das novas condições.

1. OBJETO:
1.1. O COLABORADOR, em caráter exclusivo e de forma definitiva, cede e transfere gratuitamente, de forma irrestrita, irrevogável e irretratável, todos e quaisquer direitos autorais patrimoniais relativos ao material e conteúdos de sua titularidade publicados por sua livre e espontânea vontade no PORTAL, compreendendo obras fotográficas, audiovisuais e artísticas, tais como, exemplificativamente, fotos, textos e/ou vídeos (“OBRA”).
1.2. Considerando a cessão e transferência dos direitos autorais patrimoniais referidas, fica o PORTAL autorizado a conferir à OBRA as mais variadas modalidades de utilização, fruição e disposição, sem qualquer restrição de espaço, idioma, quantidade de exemplares, número de veiculações, emissões, transmissões e/ou retransmissões, por prazo indeterminado.
1.3. A OBRA poderá ser utilizada pelo PORTAL, a seu exclusivo critério, direta ou indiretamente, total ou parcialmente, em qualquer mídia ou meio físico, visual ou sonoro, inclusive eletrônico, considerando quaisquer dispositivos existentes ou que venham a ser inventados. Exemplificativamente, as seguintes atividades: fixação, reprodução, divulgação (inclusive em produtos e campanhas de propaganda e de publicidade), publicação, comunicação, oferta a terceiros (inclusive por rede privada de computadores ou pela internet, tecnologias mobile, transmissão wireless ou quaisquer outras), exposição, edição, reedição, emissão, transmissão, retransmissão, comercialização, distribuição, circulação, tradução para qualquer idioma (com ou sem legendas), realização de versões e derivações, restauração, revisão, atualização, adaptação, inclusão em produção audiovisual, radiodifusão sonora e visual, exibição audiovisual, jornalística, cinematográfica e por processo análogo, inclusão em base de dados, armazenamento em computador (inclusive por rede privada de computadores, para exibição pela Internet, mobile ou qualquer outra), microfilmagem e demais formas do gênero existentes ou que venham a existir.
1.4. A cessão e a transferência de direitos autorais de que trata o item acima compreendem igualmente a utilização, fixação, reprodução e utilização da OBRA pelo PORTAL em quaisquer mídias impressas e eletrônicas, sejam campanhas publicitárias ou qualquer forma de comunicação visual, noticiosa ou não, inclusive as suas versões na internet. Ficam assegurados, entretanto, os direitos morais de autor, nos termos do artigo 49, inciso I, da Lei nº 9610 de 1998.
1.5. O COLABORADOR está plenamente ciente e de acordo que todo e qualquer conteúdo fornecido formará uma obra coletiva de titularidade do PORTAL e ficará em arquivos da base de dados passíveis de serem acessados por mecanismos de busca próprios ou de terceiros por tempo indeterminado e a exclusivo critério do PORTAL. Desta forma, na hipótese do material ser publicado, veiculado e/ou comercializado, a atribuição obrigatória de crédito de autoria será feita em nome do COLABORADOR, de acordo com os nomes, sinais convencionais ou pseudônimos indicados pelo autor no cadastro realizado por ele na base de dados do PORTAL.
1.6. O nome, logotipo, marca e demais sinais distintivos do PORTAL e o conteúdo nele publicado, incluindo o material enviado pelo COLABORADOR, são de sua exclusiva propriedade e não está autorizada a cópia, reprodução, republicação, transmissão, distribuição ou qualquer outra forma de utilização, parcial ou total, de seu conteúdo.

2. RESPONSABILIDADE:
2.1. O COLABORADOR ASSEGURA E GARANTE QUE: (I) TODA OBRA PUBLICADA POR ELE NO PORTAL ESTÁ DE ACORDO COM AS DISPOSIÇÕES LEGAIS APLICÁVEIS; (II) A UTILIZAÇÃO DE QUALQUER MATERIAL PROTEGIDO POR DIREITO AUTORAL E DIREITOS DA PERSONALIDADE DE ENCONTRA-SE REGULARIZADA E DEVERÃO SER ATRIBUÍDOS OS DEVIDOS CRÉDITOS A QUEM DE DIREITO; (III) OBTEVE OS LICENCIAMENTOS DE DIREITOS, PERMISSÕES E AUTORIZAÇÕES NECESSÁRIAS PARA A POSTAGEM DO MATERIAL, INCLUSIVE QUANTO A DIREITOS DE IMAGEM, SE O CASO; (IV) O MATERIAL NÃO VIOLA DIREITOS DE TERCEIROS, INCLUINDO, SEM SE LIMITAR DIREITOS AUTORAIS E DIREITOS DA PERSONALIDADE; e (V) O CONTEÚDO PUBLICADO NO PORTAL NÃO SE REFERE A MATERIAL DE DIVULGAÇÃO OU ASSESSORIA DE IMPRENSA, TAMPOUCO A MATERIAL PUBLICADO EM OUTROS VEÍCULOS E/OU AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS PROFISSIONAIS.
2.2. Nestes termos, o COLABORADOR declara ser o legítimo e exclusivo autor e criador da OBRA, responsabilizando-se por todos e quaisquer danos causados ao PORTAL e a TERCEIROS em decorrência da violação de quaisquer direitos, inclusive de propriedade intelectual e de ordem moral, comprometendo-se a auxiliar o PORTAL na defesa de quaisquer acusações, medidas extrajudiciais e/ou judiciais.
2.3. O PORTAL reserva-se no direito de manter o material e as informações do COLABORADOR para uso das autoridades competentes no caso de violação de direitos de terceiros decorrente da publicação de qualquer material indevidamente.
2.4. O PORTAL compromete-se a informar ao COLABORADOR, por meio de seus dados de contato informados no cadastro, caso receba quaisquer notificações, intimações, comunicações ou informações sobre possíveis violações de direitos de terceiros relacionados aos direitos cedidos por meio deste Termo de Cessão para que o COLABORADOR possa auxiliar na defesa do PORTAL.
2.5. Em face de eventual reivindicação apresentada ao PORTAL por terceiros, relativa a quaisquer direitos sobre a OBRA ou direitos nela incluídos, o COLABORADOR deverá adotar, à suas expensas, todas as providências necessárias para assegurar ao PORTAL o exercício de seus direitos.
2.6. O uso do PORTAL em desacordo com este Termo de Cessão implicará na proibição e imediato bloqueio do COLABORADOR para envio e postagem de novos materiais.
2.7. Fica garantido ao COLABORADOR a possibilidade de se desvincular do PORTAL a qualquer tempo, sem necessidade de prévia notificação, mediante a revogação do login e senha cadastrados, salvo se estiver em curso qualquer das hipóteses previstas no item 2.2.
2.8. Ao PORTAL assegura-se o direito de excluir, substituir, bloquear logins e senhas, ou adicionar qualquer COLABORADOR, sem necessidade de prévia notificação ou justificativa.

3. TERRITÓRIO:
3.1. A cessão e transferência dos direitos autorais patrimoniais sobre a OBRA serão válidas em âmbito nacional e internacional.

4. DISPOSIÇÕES GERAIS:
4.1. A presente cessão não importa na criação de qualquer vínculo trabalhista, societário, de parceria ou associativo entre o COLABORADOR e o PORTAL, sendo excluídas quaisquer presunções de solidariedade entre ambos no cumprimento de suas obrigações.
4.2. Os direitos e obrigações decorrentes deste Termo de Cessão poderão ser cedidos pelo PORTAL, sem necessidade de notificação ou de efetuar qualquer pagamento ao COLABORADOR.
4.3. Este Termo de Cessão é celebrado de forma irrevogável e irretratável, e obriga as partes, assim como seus herdeiros e sucessores.
4.4. Na eventualidade de qualquer das disposições deste Termo de Cessão vir a ser considerada nula, anulável ou inaplicável, por qualquer razão, as demais disposições permanecerão em vigor e inalteradas, continuando a vincular as partes.
4.5. A renúncia a qualquer condição estabelecida neste Termo de Cessão não será considerada renúncia adicional ou contínua a esse ou a qualquer outro termo, e a omissão por parte do PORTAL de não executar qualquer direito ou cláusula de acordo com este Termo de Cessão não constituirá renúncia a tal direito ou condição.
4.6. Este instrumento será regido e interpretado de acordo com a legislação brasileira. As partes elegem o Foro da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, para questões relativas a este Termo, com renúncia expressa a qualquer outro, por mais privilegiado que seja.