“Os” Rodríguez: Uruguaios são esperança de um recomeço para o Grêmio.

(Foto: Getty Images)

Sim. Recomeço! O título da matéria não é um exagero. Exagero foi a sucessão de perdas importantes na última temporada.  Por mais que não fossem os mais regulares de todos os tempos,  Barcos, Moreno, Dudu, Zé Roberto e cia eram sinônimos de talento no plantel imortal. Era sabido, até para os mais descrentes torcedores, que, em uma fração de segundos, poderiam eles mudar o escore da partida. Mas, como diz o ditado, “vão-se os anéis, ficam-se os dedos”. O problema é que os dedos estão precisando de tratamento. De um modo mais sútil, precisam de “cuidados especiais”.

E, em 2015, a responsabilidade de concretizar isso, será de Luiz Felipe Scolari. Digo “em 2015” porque no passado era possível dividir a tarefa com os medalhões do elenco.  Hoje, Douglas, Marcelo Oliveira, Iuri Mamute não são nomes de peso para adotarem a alcunha de “salvadores da pátria”.

Eis que surge então, do país vizinho, um facho de luz! Os celestes Brian e Crístian Rodríguez aparecem como “possíveis” soluções para um setor carente: o de criação. O primeiro já chegou e treina com o grupo. Um grandalhão de mais de 1,90m. O, quem sabe, “fazedor de gols” do tricolor dos pampas. O segundo, também confirmou o acerto. Talento, inegavelmente, ele tem. Além de criador de jogadas, C. Rodríguez é um ótimo “cão” de guarda! Polivalente, ele vem com status de atleta de seleção.

Diante da falência do Parma, na Itália, vê no Grêmio a esperança de recomeçar. E o Grêmio vê nesses dois jogadores, a esperança de reconquistar os torcedores, cujos os corações sangram, mas é um sangue Azul. Azul da esperança! E assim como o Grêmio, ela não morre!

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião