“Para a alegria de muitos aí, já, já estou indo embora!”

Me desculpem, eu não queria que fosse assim. De verdade, minhas intenções foram as melhores.

Eu queria títulos, eu realmente queria transformar em realidade toda a esperança que muitos sempre depositaram em mim.

Mesmo com alguns acertos e mesmo com muita gente do futebol sempre confiando em mim, estou cada vez mais convencido de que talvez seja a hora de sair.

É, sei lá, talvez eu volte num outro momento, com mais experiência, com mais cautela, e numa melhor hora onde o clube possa estar livre de toda confusão política e administrativa que tanto lhe acometeu nestes últimos anos.

Eu vi tudo isso de perto, tudo mesmo, e até concordo um pouco com aqueles que dizem que fui apenas mais uma vítima das ações de vaidade e interesse daqueles que hoje mandam no clube. Pois, talvez pudessem ter me lançado num outro momento sem tanta pressa, não sei.

Porém, uma ressalva: nem tudo é culpa minha não! Que isso fique bem claro.
Sei que em algumas partidas fui o grande responsável pelo resultado negativo, mas se prestarem atenção em todo meu histórico verão que meu desempenho não deixa nada a desejar comparado á muitos outros que estão anos por aí.

Eu era um dos únicos que podia errar com este time, mas hoje, vejo que estou deixando meu torcedor infeliz. Enquanto eu estiver aqui, eles vão ficar assim, divididos, sem saber se apoiam ou criticam. Se aplaudem ou pegam no meu pé. Preciso saber lidar com isso e ser profissional. Então, para a alegria de poucos, ou muitos por aí, já, já eu estou indo embora.

Eu, como torcedor, esperava ler apenas este tipo de declaração vinda dele. Afinal, em seis meses o que vemos é o mesmo futebol (futebol ?) frágil, desorganizado e apático num time de muitos esquemas e nenhuma tática.

As mesmas entrevistas, as mesmas desculpas etc, etc, etc…

Ceni é ídolo e sempre será. Mas, precisa dar uma pausa antes que seja tarde e a blindagem da sua idolatria seja de alguma forma manchada.

Ah, desculpe, vcs acharam que eu estava escrevendo sobre o Lucão?

Não, não, para este aí nem dedico mais minha atenção.

E como ele mesmo disse, para a nossa alegria ele “já, já estará indo embora…”

Veremos.

Imagem: spfc.net

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião