Para o cruzeirense foram dois “revéses” e para o rubro-negro a estreia do “reverendo”

Para o cruzeirense não deve ter sido fácil amargar a derrota para o Flamengo, no Mineirão, com o gol do zagueiro estreante Réver, xerife da defesa do Atlético na conquista da Libertadores em 2013…pois bem, poderíamos dizer que foram dois “revéses”…o infortúnio de perder em casa e o baque da bola cabeceada por Réver, como “manda o figurino”…é aquele lance que o torcedor da Raposa prefere nem REVER, para não lembrar, primeiro, da rede balançando contra e, claro e evidente, do “Galo” Réver “voando” mais alto para superar o arqueiro Fábio, depois da cobrança de escanteio, aos 43 da primeira etapa…

…por outro lado, convenhamos que também não é para o rubro-negro empolgar demais…o crítico setor defensivo realmente parece dar sinais de melhoras com as presenças do ex-vascaíno (quem diria hein flamenguista!!) Rafael Vaz e de Réver…no entanto, há muito ainda para acertar no time da Gávea, especialmente na transição do meio campo para o ataque e na definição de um sistema de jogo que seja adequado às peças do elenco…a tática dos três atacantes, ao que parece, definitivamente só irrita o torcedor…

…então, espera-se que Réver, “personagem” dessa partida com o Cruzeiro, tenha chegado mesmo para REVirar os frequentes “REVERsos” da tão depreciada defesa rubro-negra…com seus 1,92 metros, Réver estreou com um gol digno de revista e vibrou com aquela raça, com aquela alma de “almanaque” do futebol, que a galera REVERencia…

…Essa cabeçada, do “queixo no ombro”, como nos ensinou o “místico” Dadá Maravilha, que estabelece a trajetória da bola “de baixo para cima”, é para poucos…Coincidência ou não, a “redonda” desenha nessa jogada um enorme V durante a sua rota até as redes…digo isso, de novo por causa do Revér, que tem o nome marcado pela força do V…nesse duelo, Valeu a Vítória…

…a Nação rubro-negra, sofrida com os inúmeros e desfavoráveis REVERtérios em campo, aposta em Réver…para os mais supersticiosos, vale ainda a curiosa informação de que o zagueiro joga com a camisa 15…o Flamengo não vencia o Cruzeiro no Mineirão, desde 2001, ou seja, há 15 anos…desse jeito, o novo contratado já pode ser batizado como “REVERendo” salvador da pátria…salve Réver!…

Imagem: www.youtube.com

Compartilhe!
  • 5
  •  
  •  
  •  
  •  
    5
    Shares

Deixe sua Opinião