Precisamos de um camisa 9

Sei que é muita pretensão a minha, mas parece que o Cristóvão andou lendo meus dois últimos textos, pois o Corinthians foi à Porto Alegre precisando de uma vitória para se reabilitar dos dois tropeços dentro de casa, onde só levou dois pontos dos seis disputados e entrou com uma formação diferente.

Jogando no 4-4-2, a qual eu já havia comentado no post do dia 19/06 (http://www.porbaixodaspernas.com.br/o-que-esperar-para-a-sequencia-de-2016/) o Timão entrou com dois meias de armação, livrando assim Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto de ter de acompanhar, toda hora, os laterais.

O time assim, dominou a partida toda, criou inúmeras chances, mas como não temos um matador, ficamos somente no placar mínimo.

O Internacional não é lá essas coisas, está passando por um momento crítico, vem de 9 jogos sem vitória e está despencando na tabela de classificação, mas para um time que quer brigar por título, tem que nocautear o adversário que está cambaleando.

Acredito que o Corinthians tem mais um jogo difícil nessa próxima rodada, que fechará o primeiro turno do campeonato, enfrentaremos o Atlético na Arena da Baixada.

Mas como nem tudo são flores, peço encarecidamente a vinda de um matador. Ficou comprovado que o nosso maior problema é o ataque, Romero está jogando bem, mas não é um craque ou um jogador que brigará pela artilharia. André é lento, não tem vontade, perde bolas fáceis, e está se colocando mal em toda as jogadas. Luciano acha que joga sozinho, é muito fominha!

Nas outras posições estamos bem, não que tenhamos craques em todas as posições, mas temos jogadores que suprem as necessidades dos titulares.

Acredito que o Corinthians irá melhorar muito quando encontrarmos um verdadeiro camisa 9, pois sem atacante já estamos dando trabalho, imagine com um jogador que saiba fazer gol!

Compartilhe!
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

Deixe sua Opinião