Que safra hein, Cotia?

 

A estreia Tricolor na Copa Sulamericana não foi exatamente aquela que esperávamos. Ok, também não foi desastrosa. Um simples 1 x 0 no Morumbi é o bastante para avançarmos e prefiro o São Paulo precisando jogar pela vitória do que acomodado, como foi frente ao Bragantino.

É evidente, também, que na próxima quinta-feira devemos entrar em campo com força máxima, incluindo o quarteto que possui 100% de aproveitamento quando atuando juntos (Ganso, Kaká, Pato e Kardec).

Compreendo também a posição de Muricy em Criciúma. Ganso e Kaká, os cérebros do time vice-líder do Brasileiro, foram poupados devido à sequência de jogos decisivos que teremos pela frente (o que seria inadmissível seria poupá-los na próxima quinta-feira, no jogo de volta contra o Criciúma).

Kardec, entretanto, permaneceu no banco e foi a ausência mais questionada, pelo menos para entrar na segunda etapa. Porém, ele é o único atacante decente que temos para domingo: Pato está suspenso, Luís Fabiano permanece em sua eterna recuperação e Osvaldo (nem tão decente assim) nem viajou à Santa Catarina e ficou no departamento médico.

Aí eu lhe pergunto: imagine só se Kardec entra no jogo, que apesar do resultado adverso ainda está sob controle, e por ventura sofresse uma pancada que o vetasse para o embate de domingo?

Aquele time que empolgou nas últimas 4 vitórias consecutivas, teria no importantíssimo jogo frente ao Figueirense, fora de casa, o ataque formado simplesmente por Ademílson e Ewandro. Meu Deus!!!

Já está provado por A + B que Ademílson não tem condição nenhuma de ser jogador do São Paulo Futebol Clube. Sua displicência em campo, com ar até de deboche num simples caminhar, tira do sério qualquer um que estiver assistindo.

Já Ewandro é muito novo, eu sei. Mas também sei que ele NUNCA fez uma jogada sequer em todas as oportunidades que teve. Inclusive, ele me lembra muito o próprio Ademílson. Devem ser primos.

Isso seM contar o nosso zagueirão Lucão, que me lembra Betão, Zelão ou qualquer outro com ão que seja horroroso. Falhas absurdas contra Fluminense e ontem que contribuíram diretamente para nossas derrotas. Este já começa a me lembrar Rodrigo Caio por seu perfil perdedor.

Atentem-se: foi só Rodrigo Caio sair do time (é claro, e a entrada de Kaká) para o Tricolor engrenar e passarmos de azarão a um dos favoritos. Ele tem perfil perdedor, sim, e como eu já disse no ano passado, enquanto fosse titular absoluto não ganharíamos nada com certeza absoluta. O destino contribui desta vez. Sorte!

O que me vem sempre à cabeça é que Cotia virou um resort de luxo. Com exceção ao Lucas (e TALVEZ Boschilla, que parece ter algum futuro), ano após ano só vemos sair de lá Casemiros, Lucões, Ewandros, Ademílsons, Rodrigo Caios, Wellingtons, Evangelistas..

O pior é que Muricy é obrigado a escalar esses rapazes, na marra, pois é através da venda deles que equilibramos as contas do clube. Graças a Deus que sempre tem louco pra levá-los.

Mas, com 18 milhões anuais de gasto em Cotia, a garimpagem não parece estar sendo tão seletiva. Ou começo a me convencer que a safra do país é que realmente esteja totalmente enfraquecida.

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião