Regras do Manobol

Salve Nação Azul!

REGRAS DO MANOBOL

Jogadores: 11, sendo uns 8 ou 9 em posição original e, sempre, os demais improvisados.
Enquanto não estiver assim, o jogo não pode se iniciar.

Para começar:
O início do jogo é bem simples. O juiz apita e um jogador de algum time chuta a bola para algum lugar.
Logo em seguida o Cruzeiro tem que perder algum gol.

Durante o jogo:
Os torcedores celestes vão passar raiva com os jogadores improvisados.
Os torcedores vão olhar para o banco de reservas sem entender porque há ali sentados alguns que, obviamente, poderiam ajudar mais o time do que os insossos que estão moribundando em campo.

Os torcedores também vão passar raiva com a má vontade de alguns, talvez explicável porque quase sempre o chefe do jogo, Mano, põe a culpa neles pelos seguidos resultados ruins e eliminações esdrúxulas.
Será que é pra derrubar o chefe?

Caso o Cruzeiro faça um gol antes do adversário:
Aí, via de regra, o Mano vai olhar para o banco, colocar algum de seus volantes (nem que seja no gol, mas ele vai colocar) e trancar o time para garantir o resultado.
Essa regra foi apelidada pelo chefe de ‘Aprender a sofrer’

Caso o Cruzeiro tome um gol antes do adversário:
Aí entra o Ábila.
Fim.

Invencionices
Sério.
Eu sempre defendi o Mano.
Pedi ele aqui em 2015, em coro com mais alguns, e ele nos safou de uma série B vexaminosa.
Saiu pela porta dos fundos.
Voltou ano passado e nos salvou de novo.

Críamos que com ele desde o começo da temporada, e com o belo elenco que lhe foi entregue, que brigaríamos por todos os canecos esse ano.

A eliminação na Sul-Americana ainda não desceu na minha goela.
As ridículas atuações do time nas finais do Mineiro, idem.

O tal do ‘aprender a sofrer’ não me cabe na cabeça.
Pra quê aquilo contra a Chape pela Copa do Brasil?
Vamos esperar ser eliminados de novo para mandar o Mano embora?

Aproveita que tem treinador disponível no mercado, Gilvan Bunda-Mole!

Esperávamos seis ou sete pontos no Brasileirão contra Chape, Bahia e Atlético de Goiás.
Podem vir (e olhe lá) no máximo, três.
Com esse plantel aí, fazer outra campanha mediana para terminar entre oitavo e décimo-segundo é de cair o cu da bunda!

Já deu!
Chega de Professor Pardal por aqui.
Hudson no banco?
Henrique de Zagueiro?
Rafael Marques de camisa 9, a contragosto, e com Ábila no banco?

Atifudê, Sr. Mano Menezes.
Obrigado por nos salvar dois anos seguidos. E só.
Hora de retribuir o pé na bunda, senhores diretores.
Só que dessa vez, com os papéis invertidos!

DEDÉ
É, de looonge, nosso melhor zagueiro.
Mas voltam a pairar dúvidas sobre sua condição física.
Dedé vai ou não vai voltar a conseguir jogar em alto nível?
Porque essa semana foi caótica.
Caicedo convocado, Manoel lesionado, Dedé… poupado de novo?

Precisamos, URGENTE, de mais um zagueiro titular.
Mas vamos ficar pagando salário do Mito para ficar sendo poupado?
Caga ou sai da moita, meu filho!

POLÍTICA E POLÍCIA
Perdi o chiste da notícia mas não posso deixar de falar aqui: esse negócio dos ‘nobres’ cruzeirenses envolvidos na política não caiu nada bem.
Que esses senhores sejam punidos nas mais altas esferas, mas sobretudo, bem longe do Cruzeiro!

ELEIÇÕES NO CRUZEIRO
Parece que agora a coisa vai clarear.
Sérgio Rodrigues sai pela oposição 1.
César Masci pela oposição 2.
Falta só descobrir quem sairá pela situação: vai ter o golpe do estatuto ou não?

—————————————
Ps.: Desculpem pelos palavrões; apelei!
REAGE, CRUZEIRO!
—————————————

Abraços a todos.
Saudações celestes, fiquem com Deus!
Até a próxima!

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Alexandre Guzanshe/EM DA Press)

Compartilhe!
  • 89
  •  
  •  
  •  
  •  
    89
    Shares

Deixe sua Opinião