Venceu o marasmo, mas não o jogo!

Depois de um primeiro tempo sonolento, Corinthians acorda pra vida na segunda etapa, empata e está a uma vitória da próxima fase da Libertadores da América.

Não que o Timão tenha apresentado um ótimo futebol, que tenha feito o melhor e superou as expectativas, mas o time não ficou assistindo a partida, como vimos contra a porcada, e no primeiro tempo contra o próprio Santa Fé.

Esses três tempos no qual me refiro foram feios, horrorosos, de dar medo! O Corinthians se mostrou sem vontade, se iniciativa, sem nenhuma atitude vencedora, nem mesmo a raça habitual de quem veste esse manto.

Melhorou no segundo tempo? Sim, mas está bem longe, cerca de anos luz, do que esperamos. Não é preciso ser um futebol magistral, com toques e jogadas de efeito, mas queremos mais vontade, mas sangue nos olhos, queremos ver jogadores dando carrinho, suar sangue, se entregar de verdade.

Fomos campeões muitas vezes assim, em 90 o time se doou e passou por cima de times considerados favoritos, Bahia, Atlético MG e SP, e vale lembrar que tínhamos em campo naquela época Guinei, Jacenir, Ezequiel, que não foram craques, mas eles se dedicavam de uma tal maneira que conquistaram a Fiel.

Vale lembrar o time campeão paulista de 1995, onde enfrentamos o Palmeiras/Parmalt, que era um esquadrão, formado por Velloso; Antônio Carlos, Roberto Carlos, Edílson, Rivaldo e Muller. E o Coringão mais uma vez se superou!

Então o que queremos é maior dedicação e entrega, é de se assustar o que alguns jogadores estão apresentando. Ainda acho que Arana é melhor marcador que o Uendel, que Bruno Henrique precisa passar um tempo no banco, pois não é possível Willians e Christian estarem tão abaixo dele para não assumirem a titularidade, Guilherme mesmo com o passe de ontem é um jogador que não supriu a falta do Jadson e dificilmente irá suprir, mas precisa jogar mais!

Sei que o Tite é um baita técnico, mas não pode morrer abraçado com jogadores que não estão rendendo, só se nos treinamentos eles comerem a bola e nos jogos eles se acuarem.

Acredito que ele irá poupar o time contra o Novorizontino pela última partida válida pela primeira fase do Paulistão, então teremos uma semana cheia para aprimorarmos e entrar com tudo na fase finais, onde erros não podem acontecer e vontade não pode faltar.

Melhores Momentos:

Ficha Técnica:

SANTA FE 1 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio El Campín, em Bogotá (COL)
Data: 6 de abril de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Assistentes: Cristian Navarro (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Cartões amarelos: Gordillo e Salazar (Santa Fe); Fagner (Corinthians)

Gols
Santa Fe: Otero, aos 47 minutos do segundo tempo
Corinthians: Elias, aos 12 minutos do segundo tempo

SANTA FE: Zapata; Otalvaro, Mina, Tesillo e Valencia; Gordillo, Perlaza (Salazar), Anchico (Pérez), Gómez e Seijas; Otero (Rojas)
Técnico: Alexis García

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias (Edílson), Giovanni Augusto, Guilherme (Maycon) e Lucca (Romero); André
Técnico: Tite

Adendo:

Senhor Lucca e empresários, vocês pensam que são quem? 400 mil mensais? É isso mesmo? Não pode ser!!! O que o Lucca ganhou? Quais prêmios individuais ele ganhou? Se não fosse o Corinthians ele estaria no Criciúma, no Tombense, quem sabe até na Portuguesinha! Então se é isso que vocês querem, passar bem, obrigado e até nunca mais!

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião