Será por ti, Geromito!!

Sentimentos de alegria e preocupação se misturaram ao final do jogo contra o Cruzeiro na quarta-feira passada, na Arena. Feliz por conquistarmos uma importante vitória de 1 a 0 (sem sofrer gol), mas tristes pela lesão de Pedro Geromel, o melhor zagueiro em atividade no Brasil.

Pena não ter sido chamado por Tite em detrimento ao franzino Rodrigo Caio como costumam chamar os colegas são-paulinos do PBDP. Como será o duelo de volta sem o nosso camisa 3?

O sempre criticado Bressan deve ser o substituto. Só que num momento assim, precisamos esquecer que ele tem limitações técnicas e confiar que terá sucesso ao lado de outro monstro Walter Kannemann.

Talvez a impressão da maioria é que Bressan esteja na zaga do Grêmio assim como Paulão estava para o lado vermelho do Rio Grande do Sul. Com a ressalva de que o defensor deles integrava o elenco rebaixado de 2016 (time grande não cai né?).

De qualquer forma, precisamos confiar que Bressan vai fazer a partida de sua história em Belo Horizonte. Ou seja, que mostre eficiência, competência, algo que sobra em Geromel. Quando um jornalista da Espanha disse que ele não sabia cabecear, não sabia sair jogando, nem marcar, só tive uma certeza: não entende nada de futebol.

Geromel fará muita falta pelas próximas três semanas. É a referência do sistema defensivo. Quando está em campo, uma tranqüilidade maior, porém virando desfalque fica a incerteza sobre o desempenho de Bressan, hoje o reserva imediato.

Tem ainda o Bruno Rodrigo, que jogou na Raposa no ano passado e poderia ser alternativa. Porém, Renato deve optar mesmo pelo atleta que veio do Juventude no final de 2012 junto com Ramiro, Follmann (Chapecoense) e Alex Telles (Porto).

O último passo para irmos à final da Copa do Brasil e tentarmos o hexa será complicado, no entanto, temos a vantagem graças ao talento de Pedro Rocha e Luan e o oportunismo Lucas Barrios. Por isso, nunca cansaremos de agradecer: Obrigado Palmeiras.

Que a classificação venha, independente de ser aos 45 do primeiro ou do segundo tempo. A vaga será dedicada a Pedro Geromel, o Geromito, Gerohummels. Um sinônimo de raça, vontade, entrega e algumas arriscadas ao ataque como na assistência para o gol de Everton naquele 3 a 1 diante do Galo, no Mineirão, no primeiro jogo da final da CB em 2016 (quem não lembra?).

Sigamos fortes, mesmo sem Geromel, mas com a bravura de um time que tem nos deixado orgulhosos.

Saudações tricolores!!

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FPBA

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião