O filho da boa!

Salve Nação Azul!

Dia: domingo passado
Horário: 18 horas e 41 minutos
Personagem: Eu

‘Boa bola, Willians… Linda jogada!
Ai meu Deus, pro Fabiano não…
Ahh, pronto, bola pro perna de pau.
Bota essa bola na área, horroroso!
Vai chutar???????
Você não sabe fazer isso, seu filho da… Boooooaaaaa!!!
Aeeeee, garoto!!! Golaço, meu lateral!!
Eu não disse?
Nunca critiquei!’

O tom do torcedor é sempre esse!
Passional, exacerbado, extremista!
Vai de uma vertente à outra em fração de segundos.

Assim vem sendo o Cruzeiro nesse Brasileiro.
Vejam: no turno o Cruzeiro teve sua melhor sequência ao vencer Flamengo, Frangas e Vasco, mas saiu derrotado para a Chapecoense na rodada seguinte, num Mineirão lotado.
À época eu disse não saber se o Cruzeiro seria Chico ou Francisco no campeonato.

Veio a hibernação luxemburguesa.
O Cruzeiro optou pela pior parte da tabela no torneio.

Aí chega o returno e, na mesma sequência, o Cruzeiro alcança somente dois pontos onde outrora havia buscado nove.
Vai jogar contra a sempre chata Chape, lá na Arena Condá.
E vence!
Com gol do Fabiano, talvez o mais contestado jogador de todo o elenco celeste, terceiro reserva numa já não tão brilhante lateral-direita…

Essa inconstância é que nos deixa com medo.
Essa mesma inconstância, por vezes, é que nos dá confiança.
Estranho não?

O time do Mano Menezes é bem mais acertado defensivamente; acho que é pelo fato de usar um terceiro volante com saída pro jogo como o Ariel ao invés de usar um falso armador.

Fato é que essa vitória nos deu novo ânimo após três rodadas ruins.

Agora que venha o Coxa.
O time deles se ajeitou no returno, mas deve vir muito baleado para BH: três titulares estão suspensos, outros dois lesionados não devem jogar.
Mas vou falar bem alto para ver se dá o mesmo revertério: no turno o PIOR jogo do Cruzeiro foi contra esse adversário.

Que nossa bipolaridade nos leve a outra vitória; que nos apoiemos nas costas de outro concorrente direto contra a parte de baixo da tabela para alcançarmos um pouco mais de alívio.
Que faaaase…

Fábio
Outro assunto que fomenta as rodas de conversa sobre o Cruzeiro ultimamente é a renovação do Fábio.
Há muito disse-me-disse, claro! Muita especulação.
Mas não posso deixar de dar meu pitaco.
Por mim, não renova! Simples assim! Ponto!
Fiquei doido? Ainda não, prezados leitores…
Mas vou elucidar meu pensamento.

Sou, como qualquer bom cruzeirense deve ser, extremamente grato ao Paredão Azul por todo esse tempo de serviço prestado à nossa camisa.
Já fui até chamado de Fabionete!
Diziam que faltava a ele um título de expressão no Cruzeiro, e ele levantou logo dois no biênio 13-14!
Mas tenho dito há um tempo que o Cruzeiro não preparou outro goleiro para ser titular na falta dele.
Só para lhes lembrar: na única lesão séria que o Capitão teve em sua passagem até aqui, o nosso goleiro por quatro longos meses foi o Gatti…
#oremos

Fábio está em franca e visível decadência física e técnica.
Vem tomando uns gols que não tomaria até bem pouco tempo atrás.
Quer exemplos recentes?
– Gol de escanteio do Joinville na pequena área, no segundo pau!
– Bom chute do Ricardo Oliveira, do Santos, mas de muuito longe, com o Fábio mal posicionado
– Gol de empate do Vasco com a bola caindo a centímetros dele, simplesmente a contemplar.
Domingo ele quase levou um ridículo gol de bicicleta…
Se forçar a mente, eu acho mais alguns.

Já aos 35 anos, com um vaivém de zeros à direita para renovar ou não, eu sinceramente o diria:
– Obrigado, meu caro! Vá para o São Paulo, que vai ficar sem goleiro em Dezembro. Ou vá para os EUA fazer seu pé-de-meia, já que o fim se aproxima e você ainda está pobre.

Hoje, tecnicamente falando, sou mais de chegar uma grana no ótimo Alex Muralha, do Figueirense, ou no seguro Danilo Fernandes, do Sport, e começar de novo.

Goleiro é cargo de confiança, e hoje nosso paredão já não consegue mais nos transmitir tanto assim. Infelizmente…

Dá-lhe Cruzeiro!

Abraços a todos, saudações celestes, fiquem com Deus!
Até a próxima!

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Gustavo Andrade/Superesportes)

Compartilhe!
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

Deixe sua Opinião