STJD e suas decisões polêmicas

Corinthians x STJD - Guerrero

Queria vir falar aqui das duas importantes vitórias após a ridícula eliminação para o Atlético MG na Copa do Brasil.

Queria falar da grande vitória do Corinthians sobre o Internacional em pleno Beira Rio.

Gostaria de falar do jogo contra o Vitória, que nos recolocou de volta no G4 e que nos mantém na briga por uma vaga na Libertadores da América de 2015.

Poderia expor também, que a nossa diferença para o líder Cruzeiro diminuiu, porém ainda estamos à 8 pontos do título e já nos encontramos a um ponto do SPFW.

Dizer que temos o clássico contra o Guarani da Capital.

Mas existem coisas que estão tomando mais espaço nas mídias televisivas, escritas e de imagem.

O glorioso STJD!!!

Que tirou Guerrero, o nosso melhor jogador, de mais três partidas pelo Campeonato Brasileiro.

Entenda o caso:
Na partida realizada entre Bragantino x Corinthians, pela copa do Brasil, o jogador Guerrero, sofreu uma trombada acidental com o árbitro, o juiz Leandro Bizzio Marinho entendeu que o lance não foi intencional e acabou por não punir o jogador. Sendo assim, o lance não foi citado na súmula.

Porém, o STJD, mais uma vez quis aparecer e não perdeu a oportunidade de julgar o caso, e o nosso camisa 9 foi inocentado por unanimidade.

Não satisfeito, o Tribunal entrou com o recurso para um novo julgamento, e acabou por condenar o atacante peruano com 3 partidas de suspensão, para piorar, essa decisão não aceita mais recursos.

Com essa pena ridícula e absurda o Corinthians ficará sem o jogador para as seguintes partidas: Palmeiras, Coritiba e Santos.

Mas a cúpula do Timão estuda reverter a pena em multa. O que é bem possível que não aconteça, já que o STJD julgou em segunda instância, não deixando espaço para alteração da pena.

O que eu não entendo é… como o Tribunal que em seu primeiro julgamento foi unânime em sua decisão e no recurso mudou a opinião.

Podemos então pensar que querem nos prejudicar de alguma forma.

É ou não é para ficar com um pulgueiro atrás da orelha?

Punição para clubes e jogadores sim, para árbitros e Confederações não!

Basta rever o caso Petros, e seu registro incorreto, que poderia tirar pontos do Corinthians no Campeonato Brasileiro. A Confederação Paulista assumiu o erro na inscrição do jogador e não sofreu nem sequer uma multa.

O STJD não deveria julgar casos que não são relatados em súmula e deixar que tudo se resolva dentro de campo.

STJD é uma das vergonhas no futebol brasileiro e não é de hoje!

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião