Tá difícil a vida sem um 9, e mais difícil ainda encontrá-lo…

O Corinthians começou a Florida Cup deixando uma boa imagem de seu time titular, nos primeiros tempo dos jogos contra o PSV e Rangers. Mas ontem, sem um camisa nove de ofício, mostrou como um matador é imprescindível para um time do porte do todo poderoso e que disputará tantas competições importantes.

Parece que o Kazim está jogando três dentro três fora as avessas, gol de peito vale mais que gol de cabeça, pois ontem foi um show de horror. Lucca também prova que não consegue segurar a bronca da 9 do timão.

Jadson fora de forma e cobrando pênalti com a mesma vontade que um funcionário que cumpre aviso prévio, culminou com essa derrota na estréia. Acredito que o time se acertará em alguns jogos, mas a lacuna do centroavante fará diferença na estrutura do time.

Como todos adoram usurpar do nome Corinthians, Henrique Dourado quer meio milhão em salários mais, luvas, entre outros absurdos para fechar. Não podemos ficar a mercê de empresários gananciosos e jogadores normais se achando centroavante de nível mundial (sem ofensas aos porcos sem mundial, apenas constatando um nível de jogador mesmo).

Agora vem à tona também os valores da venda de Jô, paga em euro recebe em dólar e cai na conta do Corinthians em real. Fora que o dinheiro parece herança, cada um pega um pedaço e quando chega na mão do maior beneficiário que é o clube, chega a azeitona de uma pizza que já foi comida.

Esperar alguém despontar no paulista e contratar pode ser tarde demais, mas também não temos tantas opções disponíveis no mercado. Gilberto, que desprezou o todo poderoso anos a fio, agora faz juras de amor ao “CORINTHIANS”, mas ficar no Brasil e jogando em um time relativamente encaixado e atual campeão paulista e brasileiro, com vencimentos acredito, bem atrativos para um jogador do porte dele.

Infelizmente estamos em uma sinuca de bico para contratações e tendo uma corja que suga o clube até não poder mais, como Andrés, Roberto, Citadini, Paulo Garcia e outros famigerados pilantras, a opção se caso esses todos não possam
concorrer, seria Felipe Ezabela. De todos que estão, o único que não tem o nome ligado a falcatruas no Parque São Jorge.

De qualquer forma a atual gestão não se importa com o que vai deixar para o próximo mandatário, pior que a situação política do S.C.C.P. somente a do Brasil e a do Vasco. No mais, vamos estar no estádio apoiando sempre, fiscalizando sempre e cobrando quem tiver que cobrar.

VAI CORINTHIANS

 

Imagem Uol

Compartilhe!
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Deixe sua Opinião