Todo dia podia ser assim

Raça.

Vontade.

Toque de bola envolvente, mesmo no 11 contra 11.

Torcida fazendo o de sempre: SHOW.

Não custa nada mostrar essa vontade, né Cruzeiro!? Parece até que o time só mostra qualidade quando está sob uma pressão monstro! Queria muito que fosse essa pegada em todo jogo, seria difícil demais bater esse grupo de jogadores. Quando vão mal a gente critica(e não adianta ficar bravinho não, viu, Henrique!?), mas quando vão bem só se comprova o que podemos esperar do Cruzeiro quando QUER jogar bola.

Alguns pontos importantes que não podemos deixar passar:

– Henrique e Lucas Silva deram conta do recado no jogo de ontem e a zaga não passou sustos. Essa é a função da volância, carregar o piano!
– Os laterais foram laterais, na essência, marcaram e souberam apoiar bem demais.
-TN30 jogou do jeito que gosta é o resto já é história.
– Arrascaeta, ah Arrascaeta! Deitou em cima da zaga dos caras e mandou dois pro chuveiro mais cedo.
– Dedé de Capitão foi emocionante, porque além de jogar muita bola não fica dormindo em campo. Espero que se repita.
– O time é muito bom, porque tem muita qualidade, mas precisa vibrar mais, não desistir de nenhum lance e ligando isso tudo vai ser sempre menos difícil chegar à vitória.

Agora é recuperar no Brasileiro contra o Inter e na semana que vem buscar mais três pontos la em São Januário.

Cumprimentos celestes a todos!

Nota importante: o atacante Soteldo ganhou de presente das mãos do jogador Otário, digo, Otero, uma camisa do time da federação, daí se explica a zicada monstro no time da La U. Tremeram no Mineirão igual o time de Vespasiano.

Por Rodrigo Miguel
Twitter: @foxbrasil_pro
Foto:Pedro Vilela/Getty Imagens

Compartilhe!
  • 87
  •  
  •  
  •  
  •  
    87
    Shares

Deixe sua Opinião