Tudo igual! Opinião do clássico direto de Barueri

  foto 1

por Cassio Alves –  Placar injusto pelo domínio Tricolor

O gol de Luís Fabiano  salvou o Tricolor de uma derrota injusta no clássico. Não que o empate tenha tornado o resultado justo. O São Paulo teve o domínio das ações na maior parte do jogo. O retranqueiro adversário e a falta de finalizações dificultaram a bola chegar na rede adversária. Jogo bom em na Arena Rogério Ceni.

No primeiro tempo, muita vontade em campo e pouquíssimas chaces de gol. Rogério, dono da Arena, fez uma defesa sensacional e manteve o zero no placar. No ataque, muitos impedimentos e um único chute perigoso de Paulo Henrique Ganso.

Segundo tempo e o jogo continua truncado. Logo no início, em falha do sistema defensivo, Osvaldo (que cobria a subida de Álvaro Pereira) não combateu a chegada da Thammy Gretchen que abriu o placar.

O Tricolor intensificou então sua presença no ataque, encurralando o time pequeno que jogava pelo empate e estava a frente no placar. Muricy, então, trocou Ademílson (nulo em campo – Não é jogador para o São Paulo, acreditem!! Seus belos esporádicos gols transmitem uma falsa imagem de bom jogador. Não é!) por Pabón. Pabón entrou voando, dando carrinho, se jogando em todas as bolas e contagiou o time.

O tempo passava e a falta de finalização continuava não retratando o total domínio do jogo. É nessa hora que o diferenciado deve aparecer. E apareceu. Ganso, num passe de visão de jogo incrível, colocou Luís Fabiano para marcar mais um contra seu freguês Cássio. Aliás, ambos se destacaram no jogo. Ganso participou da articulação de todas as nossas jogadas e Luís Fabiano incomodou muito a defesa dos trombadinhas.

No final, apesar da pressão, não conseguimos o gol da vitória. Ao menos, já temos 4 jogos sem derrota contra este adversário. Vamos emplacar uma sequência boa e no returno ganharemos o primeiro clássico da Arena PT.

Vamo Tricolor!

foto 4 (1)

 


por Giuliano Martins
–  Mais uma vez deixamos escapar a oportunidade.

Pois é torcida alvinegra, foi difícil de assistir a partida do Corinthians mais uma vez. Só que dessa vez mesmo após estar em vantagem, desperdiçamos a chance de nos manter a frente no placar. E mais uma vez deixando a Ferrari a Gás Paulo Henrique Ganso desfilar no gramado da Arena Barueri.

O baixo número de faltas no primeiro tempo do Clássico (11 faltas) já demonstrava a falta de empenho de ambas às equipes de entrar no jogo. Zaga bem postada e contra-ataques esporádicos fizeram do primeiro tempo um jogo frio e anormal para um majestoso.

Segundo tempo começou e logo de cara após bela troca de passes entre Romarinho e Guerrero, o centroavante cruzou e Fagner, tão criticado por quem vos escreve, fez seu primeiro gol pelo Timão e em minha opinião, o melhor jogo com a camisa do Corinthians após seu retorno.

Depois de abrir o placar, nosso professor Mano ousou. Não, ele não ousou porra nenhuma, estou sendo irônico é claro. Mano mais uma vez retrancou (ainda mais) o Corinthians. Agora vem o momento onde desabafo sobre os últimos jogos e sobre um jogador em específico. Não sou contra recuar o time, ou fechar a casinha como é dito popularmente no meio do futebol. Também não sou contra o estilo de jogo que o Mano Menezes implantou na equipe.

Eu só não entendo como um time que treinou e se preparou a semana inteira, deixe tanto a desejar na questão física para uma equipe que jogou um jogo decisivo (mesmo que contra um adversário inferior), e deixar tanto espaço para o adversário teoricamente mais cansado, desfilar no fim do jogo. E mais uma vez vou criticar um jogador em especifico, coisa que não gosto de fazer.

Guilherme, sim mais uma vez a conversa é com você. Como um volante jovem como você pode ser tão preguiçoso para marcar em um derby onde seu time esta vencendo o jogo? Vejo torcedores de outras equipes idolatrarem seu futebol, mas esta cada vez mais difícil defender sua permanência na equipe. Cléber também errou no gol do Luis Fabiano, mas ele não costuma errar desta forma e vem fazendo boas atuações com a camisa Corinthiana, diferente do volante jogador de televisão. Começa logo Elias, pelo amor de Deus.

Com empate caímos para terceira colocação, e teremos uma Baba em casa no Domingo que vem pelo Brasileiro no jogo contra o virtual rebaixado Figueirense.

Quarta-feira vamos reinaugurar a Arena da baixada contra o Atlético Paranaense, o que se torna ridículo, havendo rodada no fim de semana.

Vai Corinthians !

foto 3 (1)

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião