Um ano para esquecer

Faz meses que escuto em todas as rádios os entendidos de futebol falarem que não tem como o Internacional se classificar pra Libertadores 2016.

Agora, faltando apenas uma partida pro fim do campeonato, o Inter precisa vencer o Cruzeiro no Beira-rio e torcer por um tropeço do São Paulo contra o Goiás no Serra Dourada.

Apesar do número de desfalques e da nítida falta de um bom preparo físico (o Inter cansa nos finais das partidas), eu confio na vitória sobre o Cruzeiro!

Resta saber se o Goiás, ainda em condições de escapar da Série B ano que vem, fará frente ao São Paulo.

Não que eu confie no futebol do clube goiano, mas também não acredito no futebol são paulino que há duas rodadas levou 6 gols dos reservas do Corinthians.

Não culpo o técnico Argel pelo Inter estar diminuído em relação à década passada quando ganhamos tudo! Argel faz o que pode com o que tem a disposição! O único culpado do mal futebol apresentado é o mesmo culpado pela fatídica derrota do Inter na Arena OAS e se chama presidente Vitorio Piffero!

Enquanto a maior parte da mídia gaúcha nada imparcial enaltece o ano do rival bi-rebaixado que segue sem levantar uma taça há 5 anos, o Inter, que começou o campeonato priorizando a disputa da Libertadores da América, mesmo tropeçando, aos trancos e barrancos, chega na última rodada em condições de roubar esta vaga do São Paulo no apagar das luzes.

Fazendo uma breve retrospectiva do ano da dupla grenal, cheguei aos seguintes resultados:

Inter: 2 vitórias em grenais;
Grêmio: 1 vitória em grenais;

Inter: Pentacampeão Gaúcho;
Grêmio: Nenhuma taça (há 5 anos);

Inter: Semifinalista da Libertadores;
Grêmio: Vaga pra Libertadores;

Inter: Um ano pra esquecer!
Grêmio: Estão até agora comemorando a conquista de uma vaga e 3 pontos de um grenal atípico.

Enquanto eles comemoram vaga, uma raríssima goleada em grenal e nossa desclassificação nas semifinais da Libertadores, nós seguimos levantando pelo menos uma taça por ano desde o longínquo ano de 2001. Ironicamente, ano que o co-irmão ganhou seu último título de expressão nacional. Que continue assim!

Imagem: esportes.terra.com.br/

 

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe sua Opinião