“A vida pune, parceiro!”

Salve Nação Azul!

“A vida pune, parceiro!
Quando você quer pagar de esperto, de uma maneira ou de outra você paga!
Em vida, ainda!”

A frase, tão estúpida quanto inacreditável, surgiu de um radialista torcedor das Frangas.
Ele estava se referindo à séria lesão que tirou o Fred de combate o resto do ano.
Lesão ligamentar grave, e que em meu ver nenhum ser humano deveria debochar de tal situação.

Sinceramente: quantos cruzeirenses comemoraram as seguidas lesões da Menina Maluquinha?

Mais nuances dessa covardia exacerbada eu vi o resto da tarde vindas de vários torcedores das Frangas, que bebendo seus whiskys vestidos em suas gola-polo e pantufas assistiam pela TV de Led (claro, não vão a campo para não sujarem às bermudas nem terem de comer podrão) à vitória do seu time sobre suas herbívoras putinhas.

Até entendo a revolta delas com o Fred, que deixou sua aventura de lado por um amor maduro e de verdade.
Mas desceram demais o nível, como quase sempre…

São óbvios e conhecidos os tons que esse Campeonato Mineiro tem tomado.
A Federação faz seus esforços, especialmente no que tange à arbitragem, para que as Frangas avancem no certame.
A imprensa, composta em suas bancadas por maioria cor-de-rosa, torce descaradamente e faz vistas grossas aos crimes de arbitragem e federação.
E a torcidinha de mentira lota o campo do América de fantasmas e comemora lesão de nossos atletas.

Pois vai ser nesse cenário de guerra que a coisa vai acontecer.
Esse time do Cruzeiro gosta de desafios assim.
Enganou todos os prognósticos e venceu a Copa do Brasil no ano passado.

Confio demais na espinha desse time do Cruzeiro.
Tem jogadores com DNA de títulos e que crescem quando o adversário é ‘tudo e todos’.
Não vai ser diferente contra o time do Castellar.

Eu, sinceramente, temo menos o adversário que os bastidores e tramoias.
Eles (Federação e Imprensa) vão tentar de tudo para nos desestabilizar.
Lembram-se no ano passado, a falazada que foi quando o Cruzeiro rumava ao Penta?

Venda do Thiago Neves, salários atrasados, troca de presidência…
O time, blindado e cascudo, foi lá e venceu!

Fábio, Murilo, Léo, Henrique, Robinho, Neves e Arrascaeta.
Ainda tem os luxuosos auxílios de Rafinha, Raniel, Edilson, Egidio, Cabral e vai por aí.
Esses caras crescem demais numa hora assim; sabem de sua capacidade, são em sua maioria experientes, vividos, prontos a destruir na bola as traquinagens às quais o time cor-de-rosa está bem acostumado.

Pois então que venha a final.
Duvido que Itair e seus asseclas vão deixar a FMF sapatear na nossa cara como faziam com o Gilvan.
Duvido que o Time do Povo vai deixar de nos trazer esse caneco.
O time que anda de buzão, que defende as minorias, que lota os estádios…

Teremos uma sequência agitada, com o jogo contra o Vasco pela Libertadores no meio dos dois jogos finais.

Que assim seja!
Eu quero o caneco rural!
Nossos atletas também!
A torcida vai a campo de novo!

Contra tudo e contra todos, para enfiarmos goela abaixo dos assoberbados emplumados mais um caneco.
Que se entalem em sua arrogância e zombarias.

Pelo Fred!
E por todos nós!

Abraços a todos, saudações celestes, fiquem com Deus!
Até a próxima!

por Rogério Lúcio
Twitter: @rogeriolucio77

(Foto: Juarez Rodrigues / EM DA Press)

Compartilhe!
  • 716
  •  
  •  
  •  
  •  
    716
    Shares

Deixe sua Opinião